Vacinas obrigatórias para bebês

links patrocinados

Vacinas obrigatórias para bebês

Apesar de todo o avanço da medicina contemporânea, ainda somos vítimas das mais diversas doenças infecciosas, que podem ser facilmente evitadas desde que sejam adotadas medidas simples no dia a dia. A dengue, por exemplo, pode ser eliminada com o cuidado aos possíveis focos de reprodução do mosquito transmissor. Muitas outras doenças, algumas delas graves, poderiam nem mais existir caso tomássemos o devido cuidado com a higiene.

Em algumas situações, entretanto, não basta ter cuidados com a higiene. Especialmente no que diz respeito aos bebês, é preciso ter atenção redobrada com o calendário de vacinação, pois, neste período, são ministradas diversas vacinas que ajudarão na prevenção de doenças. Confira, abaixo, algumas vacinas obrigatórias para bebês.

Vacinas obrigatórias para bebês com até um ano

O primeiro ano de vida do bebê é o que mais inspira cuidados em relação à vacinação.

Vacinas obrigatórias para bebês Confira as Vacinas obrigatórias para bebês

Assim que nasce, o bebê já precisa tomar a BCG ID, que combate algumas formas de tuberculose. Neste momento também é ministrada a primeira dose da vacina contra a Hepatite B. Um mês depois, é dada a segunda dose.

Com dois meses de idade, são aplicadas quatro vacinas, que ajudarão a prevenir contra doenças como poliomielite, tétano, difteria, coqueluche, meningite e muitas outras.

Até completar um ano, o bebê precisará tomar outras sete vacinas, que evitarão doenças como caxumba, rubéola, sarampo e outras. Algumas são ministradas em dose única, enquanto outras podem ter até três doses.

Vacinas obrigatórias para bebês - saiba mais

Vacinas obrigatórias para bebês com mais de um ano

Após completar o primeiro ano de vida, o bebê terá que tomar menos vacinas, mas o cuidado deve ser o mesmo. Muitas das vacinas aplicadas neste período são reforços para outras tomadas ainda no primeiro ano de vida. Com 15 meses, são dados os reforços contra poliomielite, coqueluche, tétano e difteria. Estes reforços seguem sendo aplicados até os seis anos de vida.

Confira as Vacinas obrigatórias para bebês

Importância da vacinação

Os bebês ganham um reforço considerável em seu sistema imunológico através da alimentação com leite materno. Contudo, os nutrientes e anticorpos do leite materno não são capazes de imunizar os bebês contra todos os tipos de doenças. Neste momento, entram em ação as vacinas, que são um complemente essencial para a manutenção da saúde das crianças.

As vacinas são versões muito enfraquecidas dos vírus, o que permite que o corpo da criança desenvolva os anticorpos (elementos de defesa) naturalmente. No caso de algumas doenças, basta que os anticorpos sejam produzidos uma única vez. Em outros casos, é preciso reforçá-los. Por isso, algumas vacinas têm de ser tomadas repetidas vezes.

Vacinas  para bebês

Cartão de vacinação

Como o número de vacinas ministradas às crianças é muito grande, é de extrema importância que os pais mantenham o cartão de vacinação sempre atualizado. Desta forma, é possível consultar todas as vacinas que a criança já tomou. É possível que os bebês apresentem algumas reações após tomar vacinas, mas este é um processo normal do organismo, e não deve ser encarado como algo preocupante. Caso você tenha qualquer dúvida sobre a vacinação infantil, consulte seu médico.

Pesquisar
Artigos Relacionados