Vacina H1N1

links patrocinados

Vacina H1N1

Vacina H1N1

A gripe H1N1 ou também conhecida como Influenza A, trata-se de uma combinação da gripe comum em união com a gripe aviária e a gripe suína que acabaram também infectando porcos e aves. Este tipo de gripe é provocada pelo vírus H1N1 da Influenza tipo A, daí o nome da gripe e também conhecida como gripe suína, devido a infecção de inúmeros animais desta mesma origem. Os sintomas são muito parecidos com os da gripe comum febre, dor de garganta, tosses, dores musculares e de cabeça e fraqueza, porém se não tratado os sintomas evoluem para febres altas, diarréias, vômitos e principalmente complicações com o sistema respiratório.

O aparecimento inicial da doença se deu no México, por volta de Março de 2009, a partir daí a doença se propagou pelo resto do mundo atingindo inclusive o Brasil. A incidência de gripe no Brasil começou no mesmo ano, porém as mortes evoluíram de 27 para 104 em 2010, a região que apresentou maior numero de casos foi a Região Sul com cerca de 1.415 pessoas diagnosticadas com a doença e 95 mortes.

Vacina contra h1n1

O estado que obteve o maior índice de casos foi o de Santa Catarina em que 635 pessoas foram diagnosticadas com a doença e 52 morreram. Destas pessoas que morreram quase 70% apresentaram idades entre 40 e 60 anos, a propagação do vírus se dá através do ar e de partículas de saliva, portanto medidas como lavar as mãos com o álcool gel para eliminar o vírus e arejar os ambientes foram adotadas.

A Gripe e os Suínos

A gripe H1N1 ataca os porcos, sobretudo de regiões como Estados Unidos (centro-oeste), América do Sul, Quênia, China continental, Taiwan, Japão, México, Canadá, Europa (Reino Unido, Itália, Suécia) e algumas partes da Ásia oriental. Este vírus é altamente contagioso entre os suínos, porém não causa a eles mortalidade, os suínos apresentam os mesmos sintomas que os humanos, porém pode haver casos de infecção pela H1N1 humana que foi o que deve ter ocorrido no surto de gripe que se deu em 2009 no mundo todo.

Vacina da gripe h1n1

A gripe originalmente suína não possui maneiras de contágio entre humanos, o que ocorre é que algumas pessoas podem apresentar anticorpos no sangue, mas somente detectados com análise clinica. Algumas pessoas que mantém contato direto com os animais pode também desenvolver a gripe, mas os sintomas desta não são acentuados como acontece com a gripe H1N1 dos humanos. A carne do porco também não pode infectar humanos, uma vez que seu preparo exige altas temperaturas o que provocaria a morte do vírus.

Vacina

A vacina de gripe comum não imuniza contra a gripe H1N1, portanto é aconselhável tomar as duas vacinas para se prevenir dos dois tipos de gripe. A vacina da Gripe A é constituída a partir do próprio vírus Influenza A H1N1, porém este vírus está morto ou como dizem os médicos ‘fracionado’ e não há o risco de se contaminar com a doença após administrá-la.

H1n1 nos porcos

As contra-indicações no uso da vacina são: a alergia severa ao ovo e também para as pessoas que estejam tomando medicamentos corticóides ou imunossupressores.

As vacinas são de origem francesa, fabricadas pelo laboratório Sanofi Pasteur e distribuídas para todos os estados brasileiros a partir do Hospital Israelita Albert Einstein. Os efeitos da vacina demoram de 10 a 15 dias para agir e duram por volta de um ano, crianças menores de 9 anos precisam tomar duas doses da vacina dentro do intervalo de um mês, pessoas gripadas podem tomar a vacina desde que não apresentem febres.

Cuidados com a gripe h1n1 Vacina h1n1 em hospitais

Pesquisar
Artigos Relacionados