Tipagem Sanguinea

links patrocinados

Tipagem Sanguínea

O nosso sangue é um tecido vivo que se movimenta pelo corpo, levando oxigênio e nutrientes para cada uma das nossas inúmeras células. Ele é formado pelo plasma (que consiste em sua parte líquida propriamente dita), hemácias (glóbulos vermelhos), leucócitos (glóbulos brancos) e plaquetas. Mas será que todo mundo tem o sangue igual? A resposta é: não. Por isso, vamos conhecer o conceito de tipagem sanguínea!

O que é tipagem sanguínea?

Quando falamos em tipagem sanguínea, nos remetemos a um exame realizado em laboratório que identifica o tipo sanguíneo da pessoa e o chamado fator Rh. Para isso, é coletada uma pequena quantidade de sangue que posteriormente é submetida a análises, normalmente realizadas por um biólogo, biomédico ou um farmacêutico.

Esse procedimento de identificar a tipagem sanguínea é fundamental para as transfusões. Dependendo do tipo de sangue que uma pessoa tem, não pode receber o sangue de outra que tenha um outro determinado tipo, sob o risco de provocar sérias consequências, inclusive a morte.

Sistema ABO

Esse sistema foi descoberto no início do século XX, por Karl Landsteiner, sendo formado por quatro grandes grupos: A, B, O e AB. Ou seja, quando falamos no tipo sanguíneo de alguém, é um desses quatro citados anteriormente. Uma pessoa pode ter sangue A, B, O ou AB.

O tipo sanguíneo é definido pela presença dos chamados aglutinogênios nas hemácias e aglutininas no plasma.

Quem tem sangue A, tem aglutinogênio A nas hemácias e aglutinina anti-B no plasma; sangue B tem aglutinogênio B nas hemácias e aglutinina anti-A no plasma; sangue AB tem aglutinogênio AB nas hemácias e não tem aglutinina no plasma; por fim, sangue O não tem aglutinogênio nas hemácias, mas tem aglutinina anti-A e anti-B no plasma.

As aglutininas são proteínas que funcionam como anticorpos e reagem aos aglutinogênios do sangue recebido, por exemplo. É por isso que uma pessoa que tem o sangue do tipo A não pode receber sangue do tipo B, porque as suas aglutininas anti-B vão reagir aos aglutinogênios B e o sangue vai coagular.

Fator Rh

Junto com a definição de tipagem sanguínea em A, B, AB e O, existe um outro critério que diferencia o sangue das pessoas: o fator Rh.

O fator Rh é um antígeno que algumas pessoas têm no sangue e outras não. Aquelas que possuem, são consideradas Rh+, enquanto as demais, por consequência, são consideradas Rh-. “Rh” é uma abreviação de Rhesus, o nome do macaco usado nos experimentos que identificaram esse antígeno pela primeira vez.

Quem é Rh+ pode receber sangue tanto do Rh+ quanto do R-. No entanto, as pessoas que possuem Rh- podem receber sangue apenas de quem também é Rh-.

Fator Rh e gravidez

Vimos que conhecer o sistema ABO é a base para as transfusões sanguíneas, mas o fator Rh também é primordial, vamos ver o exemplo na gestação.

Quando uma mulher Rh- tem contato com sangue Rh+ do homem e gera um filho também Rh+, na segunda gravidez, o sangue Rh+ do bebê pode se misturar com o da mãe e estimular a produção de anticorpos Rh, que vão destruir as células sanguíneas da criança, podendo levá-la à morte. Essa condição é conhecida como eritroblastose fetal e é por isso que a mãe precisa ter acompanhamento médico desde o início. Existem tratamentos específicos para isso, que evitam que qualquer problema aconteça com o feto, mesmo com essa diferença de Rh.

GD Star Rating
loading...
Tipagem Sanguinea, Nota: 4.5 de 5 com 15 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados