Terceira Fase Vacinação H1N1

links patrocinados

Terceira fase vacinação H1N1

Terceira Fase Vacinação H1N1

Com a chegada do outono e a proximidade das baixas temperaturas, uma das principais preocupações do Governo é a prevenção da gripe H1N1 – conhecida como influenza A – que chegou ao Brasil no ano de 2009. A campanha de vacinação elaborada pelo Ministério da Saúde, para prevenir que uma epidemia ocorra no país, foi separada por grupos de risco que devem ser vacinados por etapas.

Gripe H1N1: primeira, segunda e terceira fase da vacinação

Com a meta de atingir aproximadamente 40 milhões de pessoas em cada campanha, as primeiras duas etapas da vacinação sempre serão destinadas aos grupos de risco. Sendo priorizadas as crianças (entre seis meses e dois anos), mulheres grávidas, profissionais da saúde, detentos e indígenas. Já na terceira fase da vacinação da H1N1 , a preocupação do Ministério da Saúde é a prevenção de jovens entre 20 e 29 anos e dos doentes crônicos – diabetes, doenças cardíacas, asma, obesidade, doenças renais e hematológicas.

Outras fases da vacinação

Vacinacao H1N1

Após a terceira fase da vacinação do H1N1, as vacinas serão destinadas às pessoas com idade entre 30 e 39 anos e os idosos, com mais de sessenta anos. A vacinação para os idosos coincide com a campanha contra a gripe comum.
Para maiores informações sobre as datas e postos autorizados de vacinação visite o site do Ministério da Saúde.

E quem não está incluso nas fases de vacinação, o que fazer?

Terceira fase H1N1

Aqueles que não fazem parte de nenhum grupo das fases de vacinação devem esperar o fim das campanhas para que novos grupos sejam contemplados com a vacina, de acordo com a disponibilidade dos hospitais. Além disso, a população também poderá procurar clínicas particulares para a aquisição dessa vacina.

Principais sintomas da gripe Influenza H1N1 e prevenção

A gripe causada pelo vírus H1N1 possui sintomas muito parecidos com os da gripe comum. Porém, destaca-se que pessoas com febres muito altas, dores nas articulações, cansaço excessivo e tosse devem procurar imediatamente um posto de saúde.

H1N1

O Ministério da Saúde adverte que, além da campanha de vacinação, alguns cuidados devem ser tomados para que os casos da “influenza A” sejam cada vez menores, tais como: lavar as mãos e desinfetá-las com álcool em gel, evitar aglomerações em locais fechados, não compartilhar objetos com outras pessoas, lavar sempre as mãos ao encostar-se a objetos coletivos.

Efeitos da Influenza A na sociedade brasileira

Em 2009, no primeiro ano da epidemia no país, mais de 50 mil casos foram registrados, com aproximadamente dois mil casos de mortes registrados. Para que não haja mais casos, é necessário que a população tome as devidas precauções e que se vacine. A gripe H1N1 tem seus picos de transmissão nos meses mais gelados, porém não são descartados nas estações da primavera e verão. Dessa forma, é necessário que os cuidados sejam tomados durante todo o ano.

Em caso de algum dos sintomas acima mencionados, procure imediatamente um hospital e certifique-se que sua saúde esteja em dia.

Tratamento da Gripe H1N1 H1N1

Pesquisar
Artigos Relacionados