Terapia ocupacional

links patrocinados

Terapia ocupacional

Terapia Ocupacional

Muitas vezes, seja em função de um distúrbio psicológico, mental ou de uma doença, uma pessoa se torna incapaz de realizar atividades rotineiras, o que a desencoraja de se relacionar e afeta diversos aspectos de sua vida, muitas vezes ocasionando depressões e reclusão.

Para auxiliar estas pessoas existe o terapeuta ocupacional, que é um profissional da área da saúde que desenvolve atividades e utiliza as tecnologias disponíveis para auxiliar o cidadão a se reintegrar, de forma que ele ganhe autoestima e mais independência.

A terapia ocupacional começou a ser desenvolvida, embora com outros nomes, há muito tempo em hospitais brasileiros. A profissão só foi regulamentada, porém, em outubro de 1969.

Área de atuação do terapeuta ocupacional

Area de atuacao da Terapia Ocupacional

O terapeuta ocupacional pode trabalhar em clínicas médicas, hospitais, centros de detenção, asilos, centros de reabilitação de deficientes físicos e mentais, clínicas que tratam pessoas com distúrbios psicológicos, maternidades, escolas especiais, creches e empresas.

Quem se forma em terapia ocupacional também é bastante requisitado pelo setor público para trabalhar em centros de atenção psicossocial e núcleos de apoio à saúde da família.

Atribuições do terapeuta ocupacional

O terapeuta ocupacional, ao optar pela área de atuação, pode desenvolver diferentes trabalhos.

É possível, por exemplo, por meio de exercícios ajudar o paciente a realizar atividades rotineiras, como escovação dos dentes, banho, colocação das roupas e alimentação e também reabilitar alguém que esteve preso a viver em sociedade.

Atribuicoes da Terapia Ocupacional

O terapeuta ocupacional também pode ajudar quem sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) a fazer o que sempre fez no dia a dia e aquelas pessoas que tiveram de amputar algum membro, orientando-as a realizar suas atividades rotineiras de outra forma.

Na hora de iniciar o tratamento, o terapeuta ocupacional escolhe o tipo de atividade que orientará o paciente a realizar, entre elas atividades da vida diária, atividades da vida prática, atividades da vida de lazer, atividades da vida escolar e atividades da vida do trabalho.

Além das pessoas citadas acima, podem se beneficiar da terapia ocupacional quem sofre ou sofreu com tumores no cérebro, mal de Parkinson, fibromialgia, artrose, artrite reumatoide, cardiopatia, queimadura, epilepsia, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade e demência.

Curso de terapia ocupacional

O curso de terapia ocupacional é oferecido por diversas instituições de ensino superior públicas e privadas do país.

Curso de Terapia Ocupacional

O curso de graduação tem duração de quatro anos, sendo que é obrigatória a realização de estágio supervisionado ao final.

Entre as disciplinas presentes na grade curricular estão abordagem psicológica da pessoa com deficiência, avaliação funcional, bioética, bioestatística, cinesiologia, cinesioterapia, comunicação e expressão, desenvolvimento humano, desenvolvimento infantil, ergonomia, fisiopatologia humana, fundamentos da terapia ocupacional, metodologia de pesquisa aplicada à saúde, neuroanatomia, neurofisiologia humana, órtese e prótese, ortopedia, traumatologia e reumatologia, patologia, planejamento e gestão de serviços, processo de envelhecimento, processo histórico e filosófico da fisioterapia, psicologia do desenvolvimento, psiquiatria, recursos terapêuticos, saúde coletiva e terapia ocupacional aplicada à deficiência mental e sensorial, geriatria, reabilitação profissional, neurologia, neuropediatria, prevenção e comunidade e saúde mental.

Terapia Ocupacional beneficios para a saude Como fazer a Terapia Ocupacional

Pesquisar
Artigos Relacionados