Tabagismo

links patrocinados

Tabagismo

Tabagismo

Atualmente, o tabagismo é considerado a maior pandemia do nosso século. A dependência química na nicotina – princípio ativo do cigarro – é responsável por cerca de 90% das ocorrências de câncer no pulmão. Além disso, os fumantes são entre 30% a 50% mais vulneráveis a outros tipos de câncer do que não fumantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o tabagismo a maior causa de morte evitável no mundo.

Em 30 anos, o tabagismo matou mais que a tuberculose e o HIV, sendo a causa de aproximadamente 150 milhões de mortes durante esse tempo. Muitas vezes o vício na nicotina, que gera o tabagismo, é adquirido ainda na adolescência. Nos países pobres e em desenvolvimento o tabagismo é mais incidente.

Causas do tabagismo

A dependência química, física e psíquica da nicotina é colocada lado a lado com drogas como heroína e cocaína. Ao tragar um cigarro, em poucos segundos a nicotina chega ao sistema nervoso central e libera uma tempestade de hormônios que proporcionam a sensação de bem-estar ao fumante. A partir disso, o cérebro passa a exigir cada vez mais a nicotina para repetir a experiência de prazer.

Doencas causadas pela Tabagismo

Essa experiência prazerosa que alimenta o tabagismo é gerada principalmente pela liberação de dopamina em níveis elevados no sistema nervoso central. A dopamina está relacionada à alegria, satisfação, recompensa e bem-estar.

Toxinas

Normalmente se pensa que o cigarro é composto apenas por alcatrão e nicotina. Contudo, a droga contém 7 mil substâncias tóxicas, das quais muitas são cancerígenas.

Os primórdios da indústria tabagista

Tabagismo 2013

O tabagismo foi estimulado pelas indústrias de cigarro ainda no período da Primeira Guerra Mundial. Mas essa indústria se fortaleceu e ganhou força por volta dos anos 40 e 50 do século XX, onde o cigarro foi associado ao glamour e sucesso por Hollywood.

Vários filmes com estrelas da época apresentavam cenas onde o cigarro era bastante presente e vinha revestido com o charme próprio dessas superproduções cinematográficas. Pesquisadores dos anos 60 e 70 já apontavam para os riscos à saúde provenientes do tabagismo, mas levou tempo até os governos conseguirem pressionar a indústria do tabaco a seguir um controle mais rígido em suas propagandas.

Quando o Estado conseguiu enfim intervir na propaganda de cigarros, já havia muitos dependentes da droga. Hoje, existem cerca de um bilhão de tabagistas em todo o mundo. 80% desse número estão concentrados em países pobres e emergentes.

Tabagismo no Brasil

Tabagismo pelo mundo

No Brasil, o tabagismo é um verdadeiro problema de saúde pública. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 16% da população é dependente de nicotina e por ano morrem cerca de 200 mil pessoas em razão do tabagismo.

Assim como em outros países emergentes, o que agrava o problema no Brasil é a carência do sistema de saúde pública. A tecnologia disponível no país para o tratamento de doenças relacionadas ao tabagismo não é compatível com a demanda social do problema.

A prevenção continua a ser a estratégia mais eficaz em um país onde a tecnologia hospitalar caminha em descompasso com os índices da doença.

Doencas causadas pelo cigarro Industria de Tabaco

Pesquisar
Artigos Relacionados