Sintomas Gripe Suína

links patrocinados

Sintomas Gripe Suína

Sintomas Gripe Suína

A gripe suína, também chamada de H1N1 e Influenza A, foi relatada pela primeira vez em 1919, quando a gripe espanhola atacou milhares de pessoas e animais, como porcos. No final da década de cinquenta, mais de trinta casos da gripe suína foram percebidos em seres humanos.

Ao contrário do que muitos pensam, a gripe não é transmitida quando uma pessoa come a carne de porco infectada. A doença só atinge o organismo diante de tosses, espirros ou secreções respiratórias vindas de pessoas contaminadas.

É possível ainda que a pessoa se infecte ao encostar em um objeto contaminado, como um lenço ou a barra de segurança dos ônibus. Entretanto, pessoas que trabalham diretamente com estes animais, como fazendeiros ou veterinários, podem contrair os sintomas por poderem entrar em contato com secreções dos suínos.

Sintomas da gripe suína

Os sintomas da gripe comum e da gripe suína são bastante semelhantes, porém, são mais intensos no segundo caso.

Gripe Suína

Quem é contaminado pelo vírus da gripe H1N1 apresenta febre alta, geralmente acima de trinta e oito graus Celsius, dor de cabeça com intensidade média, dores pelo corpo, tosse intensa, mal estar generalizado, secreção nasal intensa, alta produção de catarro, espirros e calafrios. Em alguns casos o paciente também pode apresentar quadros de diarreia e vômito, perda de apetite e dor de garganta.

Os sintomas da gripe suína geralmente se manifestam por uma semana. Se perceber que os apresenta, a pessoa deve se dirigir imediatamente ao médico e jamais se automedicar.

Como prevenir a gripe suína

Apenas alguns cuidados são suficientes para prevenir a pessoa de ser infectada pelo vírus da H1N1 e contrair a gripe suína.

Como prevenir a Gripe Suina

É importante sempre lavar bem as mãos com água e sabão, principalmente depois de voltar da rua, antes de comer e após fazer necessidades fisiológicas, e não tocar o nariz, os olhos ou a boca se as mãos não estiverem devidamente limpas. Como nem sempre dispomos de torneiras quando saímos, é interessante carregar um frasco de álcool gel na bolsa ou na mochila.

Ao espirrar ou tossir a pessoa deve cobrir a boca e o nariz com as mãos ou com um lenço. Diante de surtos da gripe é recomendável evitar aglomerações em espaços fechados.

Para que a imunidade não fique baixa, é importante manter hábitos de vida saudáveis, que incluem a realização de exercícios físicos regularmente, ingestão de alimentos saudáveis e de muito líquido.

É importante ressaltar novamente que o paciente nunca deve se automedicar.

Como tratar a gripe suína

Tratamento para a Gripe Suina

A gripe suína é tratada com remédios específicos, entre os principais o Tamiflu e o Releza. Durante o tratamento a pessoa infectada deve ficar em repouso, evitando frequentar o trabalho ou a escola.

É recomendável a ingestão de muito líquido e o paciente deve evitar contato direto com pessoas próximas, incluindo beijos e abraços.

Os mesmos cuidados tomados na rua devem ser realizados durante o tratamento, evitando que outras pessoas também se infectem. O paciente deve cobrir o nariz e a boca ao espirrar e tossir e lavar as mãos constantemente.

Causas da Gripe Suina Gripe h1n1

Pesquisar
Artigos Relacionados