Riscos da pílula do dia seguinte

links patrocinados

Muitas pessoas acabam confundindo o uso da pílula anticoncepcional com a pílula do dia seguinte. Elas são extremamente diferentes, sendo que esta última deve ser utilizada pela mulher somente em casos de emergência. Saiba mais informações sobre os riscos da pílula do dia seguinte.

Sobre o que é a pílula do dia seguinte

Muitas pessoas podem ficar curiosas ou em dúvidas para saber se há riscos da pílula do dia seguinte, um método contraceptivo que deve ser a opções das mulheres somente em última hora. Esta é uma alternativa de emergência, ou seja, não é para ser utilizada com regularidade, mas somente quando os outros métodos de prevenção não funcionaram. Isso ocorre porque há, sim, diversas consequências para o uso exagerado dessa pílula.

Apesar de as pessoas poderem achar que este método é prático, já que tomaria duas doses apenas depois de uma relação sexual, esta é uma informação totalmente equivocada. Os riscos da pílula do dia seguinte quando utilizada sem orientação são diversos, incluindo o próprio não funcionamento da mesma, com altas chances da mulher poder engravidar.

Riscos da pílula do dia seguinte

Riscos da pílula do dia seguinte: diferenças

A pílula anticoncepcional oral é aquela utilizada durante 21 dias, com pausa de 7, que combina estrogênio e progestágeno para que a mulher não consiga engravidar. Elas possuem 99% de segurança caso sejam utilizadas da forma correta. Existem ainda aquelas cartelas que são utilizadas sem pausas, mas funcionam quase que da mesma forma. Mas e quanto aos riscos da pílula do dia seguinte?

Isso ocorre porque a pílula do dia seguinte é diferente da anticoncepcional utilizada todos os dias. Ela pode ser tomada em no máximo 72 horas depois da relação, sendo que a cada hora que passa, a sua eficiência diminui. Ela joga uma carga de hormônio muito forte no corpo da mulher de uma vez só, sendo que os riscos da pílula do dia seguinte são o de causar sangramentos e vômito.

pílula do dia seguinte

Probabilidade de gravidez mesmo tomando a pílula

Algumas mulheres utilizam sempre esta pílula achando que estão fazendo a coisa certa, mas só estão prejudicando ao próprio corpo. Ela possui cerca de 20 mais carga de hormônio do que um anticoncepcional comum, porque precisa ter a força de todas as 21 cápsulas da cartela de uma vez só. Entre os riscos da pílula do dia seguinte, então, está o de engravidar.

A gestação pode acontecer porque a taxa de eficiência desta pílula se tomada nas primeiras horas logo depois da relação é 98%, mas quanto mais se usa, mas a eficácia diminui em até 30%, como um dos riscos da pílula do dia seguinte.

Riscos da pílula

Riscos da pílula do dia seguinte: como utilizar

Além de todos os riscos da pílula do dia seguinte, ela ainda pode desregular a menstruação, além não proteger contra as DSTs – Doenças Sexualmente Transmissíveis. Para se proteger da gravidez, a dica é ir a um ginecologista e pedir uma pílula anticoncepcional, além de utilizar camisinha durante as relações. Pílula do dia seguinte, só se houver uma emergência como estourar a camisinha ou esquecer de tomar a pílula comum.

pílula

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados