Reeducação Alimentar

links patrocinados

reeducação alimentar

Reeducação Alimentar

Atualmente há uma excessiva preocupação com o peso, principalmente entre as mulheres. Essa imagem negativa que temos quando estamos um pouco acima do peso ideal ou até mesmo quando somos considerados obesos deve estar relacionada a apenas um cuidado: o da saúde. Ou seja, existem muitas pessoas que estão fora dos padrões comum de beleza, porém não possuem pressão alta, colesterol ruim em excesso, etc. Por isso, é preciso apenas aprender a regular o quanto se come, não é preciso fazer dietas milagrosas.

As dietas como um todo só são indicadas quando formuladas por um nutricionista ou profissional com experiência nessa área (como um professional trainer, por exemplo, com ênfase em alimentação). Essas pessoas estudaram o metabolismo humano até onde se pode realmente conhecer, o que definitivamente ajuda na hora de definir o que o indivíduo irá comer. Entretanto, é também preciso levar em consideração o que a pessoa gosta, se possui problemas intestinais e afins que são afetados pela comida, etc.

A reeducação alimentar, portanto, nada mais é do que uma forma prática de conscientizar a pessoa sobre seus hábitos alimentares (bons e ruins), destacando o que ela gosta de comer e faz bem (como a maioria gosta de legumes, por exemplo) e outras que não (excesso de fritura, que pode ser substituída por assados, etc.). Aos poucos o indivíduo também aprende a complementar o cardápio com outros tipos de alimentos, como frutas entre o café da manhã e o almoço ou uma barra de cereais e bolachas integrais entre o almoço e o jantar.

Mais informações

Alguns hábitos que devem ser evitados: ingestão de refrigerantes e bebidas gaseificadas em geral ou que contenham conservantes, excesso de café, álcool mais do que uma vez por semana, fumar em qualquer frequência, não dormir o mínimo de horas desejáveis (entre seis e oito, bem descansadas). A reeducação não desconsidera as suas preferências, apenas faz algumas adaptações, principalmente se você já passou dos trinta e começa a correr sérios riscos caso mantenha algumas atitudes prejudiciais no sentido do cardápio.

Caso seja novo, é uma boa já ir se acostumando com alguns hábitos positivos: beber entre oito e dez copos de água por dia, não se expor ao sol, não comer fast food mais do que duas vezes por semana (o recomendável é no máximo uma vez), tentar incluir no cardápio o peixe e substituir a carne vermelha pelo menos uma vez por semana, diminuir o consumo de refrigerantes (prefira sucos naturais, água ou mesmo nenhuma bebida enquanto come). Os doces devem ser consumidos, mas em pequena quantidade.

Não se esqueça que o complemento de tudo isso é fazer algum tipo de atividade física com frequência, podendo ser: caminhadas duas ou três vezes por semana, corrida, bem como esportes em grupo (vôlei, basquete, futebol, futsal, etc.) ou então aqueles específicos como ciclismo, natação, tênis, entre outros. Dessa forma, a reeducação alimentar será um processo rápido e com resultados visíveis a médio prazo, o que também contribui para a sua animação em continuar com o processo.

Fotos

Confira fotos da Reeducação Alimentar:

Reeducação alimentarReeducação alimentar
A reeducação alimentar é indispensável para quem precisa perder pesoA reeducação alimentar é indispensável para quem precisa perder peso
Para fazer a reeducação alimentar com saúde, procure uma nutricionistaPara fazer a reeducação alimentar com saúde, procure uma nutricionista

Pesquisar
Artigos Relacionados