Reações da Vacina BCG

links patrocinados

Reações da Vacina BCG

Reações da Vacina BCG

Para as mamães e papais de plantão, sabemos que a visita na clínica de vacinação ou no próprio posto de saúde pode ser um grande pesadelo. Ninguém quer ver o pequeno dormindo mal, todo choroso e com algumas reações que são provocadas pelas vacinas.

Uma das vacinas que pode trazer algumas reações para o seu bebê é a BCG. Por isso, confira neste artigo um pouco mais sobre essa vacina, as reações que ela provoca na criança e mais informações importantes que você deve saber.

Sobre a vacina BCG

A vacina BCG é uma vacina aplicada já no primeiro mês de vida do bebê, já que ela protege contra a tuberculose. A vacina é intradérmica e, por isso, a sua aplicação é realizada por meio de uma agulha extremamente fina na própria pele da criança. Sendo assim, há um ardor inicial que ocorre na hora da imunização.

A vacina é importante porque previne principalmente contra a meningite tuberculosa, uma das manifestações mais graves da tuberculose e que traze o maior número de sequelas para a vida do pequeno. Além disso, a vacina é capaz de estimular a própria imunidade do bebê.

A marquinha no braço

No dia da aplicação, o bebê pode ficar mais manhoso e, consequentemente, pode chorar mais do que o normal. Porém, é só depois de algumas semanas que a verdadeira reação da vacina BCG surge: a marquinha no braço, que vem acompanhada de uma inflamação nesse local e uma possível saída de secreção, como se isso fosse uma grande espinha.

Os pais não precisam se preocupar, porque essa marca no braço é, não só esperada, como também necessária. Isso irá deixar uma cicatriz no seu braço, que inclusive, você ainda deve ter: basta olhar no seu braço para encontrar uma pequena marca. Essa ferida pode durar entre alguns dias e até mesmo semanas e, na maioria dos casos, ela não provoca nenhum tipo de dor para o bebê.

As reações da vacina BCG

Mas por outro lado, é normal que algumas crianças tenham reações mais fortes após a aplicação da vacina BCG, que geralmente também demoram algumas semanas para aparecer: na mesma época da ferida no braço.

Entre as reações mais intensas que o seu pequeno pode enfrentar estão:

• Gânglios (também chamadas de ínguas) na região do pescoço e principalmente nas axilas, já que essa parte do corpo está mais próxima do braço, local da infecção;

• A úlcera que não consegue cicatrizar mesmo depois de 12 semanas (cerca de 3 a 4 meses);

• Feridas purulentas e maiores do que o esperado.

Além disso, em alguns casos, o seu bebê também pode ficar com febre e, caso a reação seja mais grave, pode ser que ele precise tomar algum antibiótico por alguns dias, sendo o medicamento dirigido diretamente para os bacilos vacinais.

Mais informações sobre a vacina

Você não precisa ter nenhum receio em vacinar o seu filho com a vacina BCG. Mesmo sabendo que ela pode causar algumas reações no seu filho, ela é de extrema importância para proteger as crianças contra uma das doenças mais perigosas nos primeiros anos de vida: a tuberculose.

A vacina é produzida no próprio território brasileiro e é de alta qualidade e confiabilidade. Além disso, as reações negativas não são comuns, na maioria dos casos e as complicações graves geralmente estão associadas com problemas de imunodeficiência da criança.

GD Star Rating
loading...
Reações da Vacina BCG, Nota: 3.5 de 5 com 4 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados