Prevenção de doenças

Prevenção de doenças

O conceito de prevenção envolve ações que protegem a população do surgimento de sintomas de diferentes tipos de doenças. Essa proteção inclui a informação, os diferentes tipos de vacinação, o acesso a um atendimento médico de qualidade, uma boa alimentação, água potável e saneamento básico, atividades físicas, entre outros. Ou seja, uma boa qualidade de vida previne o aparecimento de enfermidades (embora não se resuma a isso, nem exclua o acompanhamento médico).

Tipos de prevenção

A prevenção é dividida em quatro tipos: a primária ou primordial, que está ligada a evitar a exposição e o risco à doença através de ações coletivas (como é o caso da distribuição de preservativos, por exemplo, ou de palestras informativas sobre a diabetes). A prevenção secundária envolve a informação e o incentivo ao acompanhamento médico, para um diagnóstico ou tratamento o mais rápido possível, evitando a prevalência da doença.

A prevenção terciária, por sua vez, envolve a socialização do paciente que apresenta a doença, mas está incapacitado de voltar a sua rotina normal ou precisa de algum grupo que o ajude a enfrentar essa situação. Um exemplo é a terapia ocupacional para alguém que não pode continuar com o seu trabalho. A prevenção quaternária é a última e está ligada ao não sobrecarregamento do paciente pelo excesso de envolvimento médico.

Como se prevenir

O velho ditado de que “prevenir é o melhor remédio” nunca foi aplicado de forma tão literal quanto nesses casos. Para a prevenção de vários tipos de doenças, basta ter um acompanhamento médico de qualidade, buscar manter-se informado, conhecer o seu corpo e suas exigências, alimentar-se de forma saudável e incluir a atividade física na sua rotina. Dessa forma, é possível evitar (ou impedir que se agravem) doenças como: hipertensão, diabetes, obesidade, stress, depressão, câncer, AIDS, etc.

Obviamente, se você possui uma tendência genética para alguma doença, é preciso estar atento – mas isso também está incluso na prevenção. Além disso, é preciso evitar substâncias que possam fazer mal ao seu organismo: tabaco, qualquer tipo de droga ilícita, cafeína ou álcool em excesso, alimentos muito gordurosos, frituras ou com muito sódio, são apenas alguns exemplos.

Prevenções específicas

- AIDS, HPV e Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) em geral: não compartilhar seringas ou agulhas, usar camisinha em todas as relações sexuais, verificando se o sangue que foi recebido no hospital foi testado para o HIV.

- Câncer: por ser uma doença mais complicada e geralmente só apresentar sintomas quando já está em estágio avançado (dependendo do órgão em que o tumor está localizado), a sugestão é fazer check ups e avaliações todos os anos com um clínico geral, bem como com alguns médicos específicos – ginecologista para o câncer de mama, urologista para o câncer de próstata, e assim por diante. Se tiver casos anteriormente na família, os exames devem ser feitos com uma freqüência ainda maior.

- Diabetes, hipoglicemia, doenças cardíacas em geral: aqui é mais um caso de analisar o seu histórico familiar e fazer o acompanhamento com o médico, embora uma dieta balanceada e exercícios físicos já te deixam bem à frente para evitar que a doença apareça.

Fotos

Confira Fotos da Prevenção de doenças:

Prevenção de doençasPrevenção de doenças
Previna-se com atividades físicasPrevina-se com atividades físicas
Prevenir é melhor do que remediarPrevenir é melhor do que remediar

GD Star Rating
loading...
Prevenção de doenças, Nota: 4.4 de 5 com 84 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados