Mudanças de hábito que ajudam a conviver bem com o diabetes

links patrocinados

Mudanças de hábito que ajudam a conviver bem com o diabetes

O diabetes é uma doença silenciosa que afeta mais de 245 milhões de pessoas no mundo todo. E no Brasil são mais de 6 milhões de pessoas que ainda sofrem com a doença, sem contar é claro, aqueles que desconhecem a existência da doença.

O diabetes é uma doença que pode ocasionar o aumento de peso ou a perda dele, tornando-se assim um fator de risco para a instalação de doenças cardiovasculares. Além disso, em quadros mais graves. O diabetes pode provocar a falência de órgãos, como os olhos e os rins, e até mesmo levar à morte.

Confira mais

Mudanças de hábito que ajudam a conviver bem com o diabetes Conheça as Mudanças de hábito que ajudam a conviver bem com o diabetes

Mas, apesar disso, é possível conviver bem com a doença. Valorizar alguns hábitos simples e saudáveis acaba favorecendo o controle do diabetes. Além disso, é essencial seguir corretamente as indicações médicas.
Veja aqui algumas mudanças que ajudam a melhorar a vida de quem tem diabetes.

Saiba as Mudanças de hábito que ajudam a conviver bem com o diabetes

Investindo no cardápio certo

Uma boa dica para que tem diabetes e quer conviver bem com a doença é investir no cardápio certo. Pacientes portadores de diabetes devem evitar o consumo de açúcares simples já que eles são absorvidos de forma rápida e leva à picos de glicemia. Uma boa opção é também beber bastante água, já que este líquido essencial para manter a saúde ajuda na remoção do excesso de glicose no sangue.

Vale ressaltar que o consumo de carboidratos não é proibido, mas existem algumas recomendações quanto ao seu consumo. O ideal é que seja ingerido diariamente de 50 a 60% de carboidratos nas suas refeições e também optar por carboidratos complexos, já que estes são absorvidos mais lentamente e evitam picos de glicemia.

Diabetes

Dê adeus ao sedentarismo de uma vez por todas

Outra boa dica para conviver bem com o diabetes é acabar de vez com o sedentarismo. As atividades físicas e os exercícios são extremamente essencial para manter no sangue os níveis de açúcar controlados e afastar os riscos de um ganho de peso inesperado. O ideal é que os exercícios físicos sejam praticados pelo menos três vezes por semana.

É muito importante fazer um controle da glicemia antes de iniciar a prática da atividade. Vale ressaltar que quando o diabetes estiver muito alto a prática de atividades físicas deve ser evitada. Da mesma forma, nos casos de hipoglicemia os pacientes não devem iniciar os exercícios com a glicemia baixa.

Mudanças de hábito que ajudam a conviver bem com o diabetes - saiba mais

As aplicações de insulina

Outra boa dica para conviver bem com o diabetes é adaptar-se bem às aplicações de insulina. Atualmente, a maioria dos pacientes que precisam fazer aplicações com frequência de insulina, utilizam canetas próprias para esse tipo de função. Existem também algumas bombas de insulina que são implantados no tecido subcutâneo de cada paciente e que vai injetando pequenas doses de insulina ao decorrer do dia. Mas, essa comodidade tem um precinho elevado. Em média, esse equipamento chega a custar R$ 12 mil reais e a sua manutenção custa até R$ 500 reais.

Pesquisar
Artigos Relacionados