Mitos e verdades sobre refrigerantes

links patrocinados

Mitos e verdades sobre refrigerantes

Os refrigerantes já se tornaram uma verdadeira tradição na mesa do brasileiro. De acordo com estimativas do IBGE, o produto está entre os cinco mais consumidos no Brasil, superando alimentos como verduras, frutas e carnes. Contudo, embora seja refrescante e saboroso, o refrigerante deve ser consumido com moderação, principalmente devido à sua grande quantidade de açúcar. Todos sabemos que a bebida está longe de ser saudável, mas há alguns mitos que fazem com que o refrigerante pareça pior do que realmente é. Conheça, abaixo, alguns mitos e verdades sobre refrigerantes.

O vício em refrigerantes

O brasileiro consome, em média, quase 100 ml diários da bebida.

Mitos e verdades sobre refrigerantes Verdades sobre refrigerantes

Apesar deste alto número, o vício em refrigerantes é apenas um mito. Há, claro, as pessoas que têm um hábito de beber muito refrigerante, o que faz com que sintam falta da bebida. Mas isso não pode ser chamado de vício. Embora muitos refrigerantes tenham cafeína em sua constituição, os níveis da substância são incapazes de provocar alterações, a não ser que haja um consumo excessivo – de, pelo menos, um litro por dia.

Mitos sobre refrigerantes

O açúcar dos refrigerantes

Outro mito sobre os refrigerantes diz respeito à sua quantidade de açúcar. É comum encontrarmos na internet algumas versões exageradas sobre o excesso de açúcar de algumas bebidas, que chegam a afirmar que uma lata de refrigerante tem cerca de 15 colheres de sopa de açúcar, ou seja, algo em torno de 150 gramas. Na verdade, uma lata tem cinco vezes menos açúcar do que isto, cerca de 30 gramas. Ainda assim é uma quantidade considerável. Ou seja, se possível, opte pelas versões zero ou light.

Os refrigerantes, por si só, não são responsáveis pela obesidade. O problema é que, muitas vezes, o hábito de beber muito refrigerante vem acompanhado de outros hábitos condenáveis, como uma alimentação altamente calórica. Esta combinação pode, realmente, contribuir para o aumento excessivo de peso.

Confira os Mitos e verdades sobre refrigerantes

Celulite

Esta é uma das principais razões que levam as mulheres a parar de consumir a bebida: refrigerante causa celulite. Novamente, há aqui um exagero. O produto, sozinho, é incapaz de causar celulites. Contudo, se aliado a outros hábitos ruins, os refrigerantes podem contribuir para o problema. Isso porque a bebida possui bastante sódio, que aumenta a retenção de líquidos. Problemas mais graves, como a hipertensão, têm os refrigerantes como culpados apenas em casos de consumo excessivo, superior a 850 ml diários.

Conheça os Mitos e verdades sobre refrigerantes

Conclusão

O refrigerante está longe de ser o grande vilão da saúde. Muitas vezes, os estudos que condenam os refrigerantes costumam analisar a bebida de maneira isolada, sem levar em conta os outros hábitos das pessoas observadas. Da mesma maneira, não há nada que possa ser utilizado em defesa da bebida. Seu valor nutritivo é nulo, e substâncias como sódio e açúcar podem ser prejudiciais à saúde. Como sempre, o que vale é a moderação. Você não precisa se privar de beber refrigerante, caso goste muito da bebida. Ao mesmo tempo, o excesso no consumo pode ser extremamente perigoso para a saúde.

Pesquisar
Artigos Relacionados