Medicina do Sono

links patrocinados

Medicina do Sono

Medicina do Sono

Dormir ao menos oito horas por noite com qualidade traz diversos benefícios para a saúde. Entre os mais significativos pode-se citar a prevenção da obesidade, da depressão e de doenças cardiovasculares, garantia de boa pressão arterial, fortalecimento da memória, favorecimento do desempenho físico, que inclui tonificação muscular e combate às gorduras indesejadas e aumento da concentração.

Quem não consegue dormir estas oito horas preciosas sem intervalos ou até mesmo nem consegue pregar os olhos geralmente sofre de algum dos chamados distúrbios do sono. Para tratá-los entram em ação os médicos do sono, profissionais com conhecimentos em diversas áreas da medicina, entre elas neurologia, otorrinolaringologia, pneumologia e psiquiatria.

Distúrbios do sono

Tratamentos para o sono

Existem diversos distúrbios que atrapalham e interferem no sono saudável, sendo que os mais comuns entre os brasileiros são o bruxismo, conhecido popularmente como ranger de dentes, a insônia, apneia obstrutiva do sono e síndrome das pernas inquietas. O primeiro distúrbio, manifestado geralmente na infância ou adolescência, consiste no contato exagerado e fricção das arcadas dentárias, que pode resultar em dores de cabeça, dificuldades de comunicação e falta de sono durante à noite.

A insônia pode ser do tipo ocasional, que é aquela que se manifesta em períodos de estresse ou quando são ingeridas bebidas ou alimentos com cafeína; transitória, que dura cerca de um mês e ocorre quando há perdas na família ou traumas emocionais e também crônica, caracterizada pela manifestação em mais de três dias na mesma semana, geralmente associada a doenças do coração, asma ou depressão.

Apneia do sono

A apneia do sono faz com que a pessoa pare de respirar em diversos momentos durante seu momento de descanso, podendo resultar em problemas e até ataques cardíacos.

Já a síndrome das pernas inquietas é causada por peso ou cansaço excessivo nos membros inferiores, o que faz com que os portadores deste distúrbio tenham de movimentar as pernas constantemente, interferindo no sono. Para aliviar a sensação, as atividades motoras são uma mão na roda, enquanto que os momentos de descanso se tornam um suplício.

Institutos de Medicina do Sono

Problemas com o sono

Para tratar estes e outros distúrbios que afetam a qualidade do sono é preciso realizar uma série de exames e se consultar com profissionais capacitados em centros especializados, sendo que um dos mais conceituados é o Centro de Medicina do Sono do Hospital do Coração, em São Paulo. Pioneiro na realização de check-ups do sono, capazes de detectar diversos distúrbios de maneira eficaz, este centro integra diagnóstico e tratamento e conta com uma equipe multidisciplinar formada por médicos do sono, médicos de outras especialidades, além de dentistas, fisioterapeutas, psicólogos e fonoaudiólogos.

Outra instituição bastante tradicional do segmento é o Instituto de Medicina e Sono Doutor Shigueo Yonekura, que é um dos profissionais mais experientes e capacitados do Brasil, com diversas especialidades. Além de contar com uma equipe médica multidisciplinar e profissionais de outras áreas da saúde, como cirurgiões dentistas e nutricionistas, o local realiza o exame de polissonografia no confortável e reservado laboratório do sono, sempre com equipamentos de última geração.

Remedios para dormir Disturbios do sono

Pesquisar
Artigos Relacionados