Kcal e Cal

links patrocinados

Kcal e Cal

Kcal e Cal

Sobre a Kcal e Cal

A caloria é uma unidade de medida de energia, mas ela não pertence ao Sistema Internacional de Unidades. Primeiramente, a caloria era a quantidade de energia necessária para elevar em 1 grau Celsius a temperatura de 1 g de água (o calor específico da água é, por definição, igual a 1).

No entanto, viu que estava errado porque se verificou que o calor específico não era constante com a temperatura. Assim, com o joule como unidade de energia, a caloria recebeu um valor, sobre sua energia: 1 caloria = 4,1868 J (exatamente).

Quando usamos caloria para nos referirmos ao valor energético dos alimentos, na verdade queremos dizer a quantidade de energia necessária para elevar a temperatura de 1 quilograma (equivalente a 1 litro) de água de 14,5 °C para 15,5 °C. O correto neste caso seria utilizar kcal (quilocaloria), porém o uso constante em nutrição fez com que se modificasse a medida. Mas uma Cal =1000 cal = 1 kcal.

Calorias na alimentação

Quem faz um regime ou se preocupa com a boa forma, está sempre de olho nas calorias que os alimentos têm. É que assim, é possível controlar para que a quantidade de calorias ingeridas não seja muito superior àquilo que o corpo precisa para se manter aquecido e ativo. As calorias são as principais responsáveis por isso.

Alimentos gordurosos são os que contêm mais calorias e as calorias encontradas nos carboidratos são as mais fáceis de serem absorvida e metabolizadas, sendo fontes de energia muito boas.

Mas todos os alimentos possuem calorias, alguns em maiores, outros em menores quantidades. Manter o equilíbrio consumindo a quantidade necessária de energia que nosso corpo precisa é fundamental para a saúde.

Cálculo

Para calcular calorias em alimentos é preciso de um esforço matemático. Os carboidratos e as proteínas possuem 4 kcal/g de energia. Os lipídios possuem 9 kcal/g e o álcool fornece 7 kcal/g. Ou seja, em cada grama o alimento fornece determinada quantidades de quilocalorias. Para fazer o calculo basta multiplicar o peso/g de carboidratos e proteínas por 4, e o peso/g dos lipídios por 9.

Plano de Saúde

Plano de Saúde

Uma das grandes vantagens do Brasil é que o Governo Federal incentiva o desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS), o qual garante atendimento gratuito e público a toda a população. Porém, da mesma maneira como é um benefício, o SUS pode vir a ser um problema pela falta de qualidade no atendimento. Portanto, as classes sociais mais altas acabam recorrendo aos planos de saúde.

Os planos de saúde funcionam segundo os mesmos fundamentos da previdência social, a contribuição é feita mensalmente, através de preços pré ou pós-estabelecidos, e quando existir a necessidade de atendimento o usuário não precisa desembolsar nenhuma quantia.

Quem oferece Plano de Saúde

O Plano de Saúde é oferecido pelas chamadas operadoras, que nada mais são que empresas que recebem o valor mensal e o repassam aos médicos e clínicas, além de realizar pedidos e autorização de exames e consultas.

Os serviços oferecidos pelas operadoras de plano de saúde são consultas médicas, exames, internações e atendimento em caso de urgência. Certas operadoras oferecem planos odontológicos junto ao “pacote” do plano de saúde.

Tudo depende do plano escolhido pelo cliente, que pode variar de acordo com o preço pago, com o número de pessoas que beneficiem do plano, o tipo de tratamento que precisa ser recebido, entre outras variáveis.

No caso da cirurgia para miopia, por exemplo, algumas empresas aceitam o procedimento pelo plano quando o cliente está no grau 4 da deficiência visual. Abaixo disso pode ser que seja cobrada uma taxa extra.

Plano de Saúde no Brasil

No Brasil existem por volta de 2 mil operadoras de plano de saúde, sendo que algumas atuam apenas em sua região e outras tem abrangência nacional, podendo ser usada, em locais credenciados, em todo o país.

Apesar de existirem as mesmas empresas em diversas cidades e estados, algumas não autorizam o uso do cartão em outras localidades além daquele onde ele foi feito. Ou seja, um cliente do Paraná, por exemplo, pode ter dificuldades para conseguir um procedimento no estado de São Paulo.

Tudo depende do acordo que foi feito com a empresa. Os preços podem ser negociados para maior abrangência do serviço a partir daquilo que o cliente precisa para o seu atendimento médico.

Pesquisar
Artigos Relacionados