IGPM aluguel

links patrocinados

IGPM aluguel

IGPM aluguel

Todos os campos que são influenciados pelos os movimentos da economia brasileira e interacional são analisados para garantir que os valores aplicados quanto a tarifação sejam referentes. Um dos setores que é avaliado mensalmente é o setor imobiliário.

O Índice Geral de Preços do Mercado – IGP-M – é uma dos mais importantes do pais, uma vez que consegue avaliar os preços aplicados no mercado em diferentes categorias de consumo. Ele é analisado mensalmente pela Fundação Getulio Vargas (FGV), sendo que a sua divulgação é feita ao final do mês de análise.

Inicialmente, o IGP-M foi criado para ser usado como um indicador capas de analisar e realizar correções em títulos que eram emitidos pelos Depósitos Bancárias e pelo Tesouro Nacional, todo que apresentassem renda pós-ficado no prazo superior a um ano. Mais tarde, o IGP-M passou a ser usado como um índice capaz de realizas as correções em contratos de aluguel imobiliário.

Análise IGP-M

Para a sua analise, o IGP-M adota as mesmas varrições de tarifas encontradas no Índice Geral de Preços – IGP-DI. Desta forma, para a sua elaboração, ele conta com 60% do índice de Preços por Atacado, 30% do Índice de Preços ao Consumidor e ainda 10% do Índice Nacional de Custo de construção.

Em muitos casos, o IGP-M e o IGP-DI são confundidos, porém, é importante ter em mente que o primeiro abrange todas as variações de preços encontrados entre o período do dia 21 ao mês anterior e ao dia 21 do mês de referencia. Já o IGP-DI refere-se ao primeiro dia e ao ultimo dia do mês de referencia.

Publicação IGP-M

A Fundação Getulio Vargas publica ao final de casa mês de referencia o IGP-M adotado pelo mês. Para manter o índice atualizações, a fundação divulga avaliações previas a cada dez dias para indicar com estão os preços no período analisado.

Quem aluga um imóvel, precisa ficar atento as varrições do IGP-M. Para isso, é possível observar as variações do índice ao mês, do índice acumulado ao ano, do índice acumulado nos últimos meses e também as variações desde o mês de janeiro de 1993 no site da Fundação Getúlio Vargas.

Índice IGPM e IPCA de 2012

Índice IGPM e ICPA de 2012

O consumidor brasileiro já sabe que sua vida muda anualmente de acordo com as projeções acumuladas do IGPM e do IPCA. O IGPM de 2012 é o índice que vai servia de base para reajustes em alugueis e outros serviços e o IPCA é o índice que vai demonstrar as transações financeiras do consumidor brasileiro, vai refletir quanto as famílias brasileiras vão gastar em 2012.

O que é IGPM

O IGP-M é o Índice Geral de Preços do Mercado, ele é pesquisado e divulgado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas, a FGV. O que este índice faz é utilizar todos os preços coletados entre os dias 21 de um mês até o dia 20 do mês seguinte, assim ele da a projeção do índice de preços de mercado. Ele não utiliza apenas um mês completo, mas o final de um e mais da metade de outro para melhor medir os preços.

Como Funciona o IPCA

Já o IPCA é o Índice de Preços ao Consumidor Ampliado. Ele é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE. O objetivo principal do IPCA é o de corrigir os balanços e demonstrativos financeiros das companhias abertas com periodicidade trimestral e semestral. Participam da pesquisa do IPCA cidadãos com ganhos entre 1 e 40 salários mínimos das maiores regiões metropolitanas do Brasil.

As despesas calculadas no IPCA são compostas pela alimentação, artigos de residência, habitação, transportes e comunicação, vestuário, saúde e cuidados pessoais e por fim as despesas pessoais. A coleta é realizada entre o primeiro e ultimo dia do mês de referencia. Os resultados são divulgados sempre no dia 15 do mês posterior a coleta.

Calcular aluguel e correções do IGPM acumulado para 2012

O cidadão brasileiro que paga aluguel sabe que o valor sofre correções anuais de acordo com o IGPM acumulado ao ano. Em 2012 o acumulado somou 1.0501 que é o numero fator de correção. Para saber quanto o aluguel irá se modificar em 2012 basta multiplicar o valor do aluguel pelo numero do Fator de Correção.

As contas de Energia Elétrica também podem ser reajustas de acordo com o IGPM acumulado do ano. Mesmo o índice tendo sido negativo em dezembro de 2011, o acumulado foi positivo.

O acumulado do IPCA fechou em 0,50%, com fator de correção de 1.0650. O acumulado do IGPM foi de -0,16%. Mais informações sobre correções e demonstrativos de preços consultar o site da FGV ou especialistas em economia.

Fotos

Confira Fotos do Índice IGPM e ICPA de 2012:

Índice IGPM e IPCA de 2012 Índice IGPM e IPCA de 2012 Índice IGPM e ICPA de 2012 Índice IGPM e ICPA de 2012

Pesquisar
Artigos Relacionados