Empresas cidadãs

links patrocinados

Empresas cidadãs

Empresas cidadãs

A economia é dividida em três setores distintos, o Primeiro Setor é composto por todas as organizações que possuem o Estado como única fonte de renda, já o Segundo Setor é movido por empresas de caráter privado que são amparadas pelo mercado e os principais representantes do Terceiro Setor são as ONGs e Fundações cujo objetivo é gerar serviços de utilidade pública e são constituídos por renda privada, porém ao contrário do Segundo Setor não visam à obtenção de lucro.

As empresas e sua adaptação à sociedade

A primeira observação recai ao modo que as empresas se adaptam a sociedade com a finalidade de sobreviver de acordo com as mudanças que ocorrem ao meio. As organizações se relacionam em diferentes estágios. Adequando-se ao propósito acadêmico os dividiremos em três estágios essenciais: Negócio, Organização Social e Empresa-Cidadã.
Comecemos pela definição de empresa como negócio cujo interesse principal é adquirir “o lucro a qualquer custo” e alguns autores afirmam que os outros personagens ligados a empresa são usados por ela apenas para facilitar e aumentar a obtenção de lucros. Estas são conhecidas como empresas privadas.

Em seguida há a empresa como Organização Social que é formada e se relaciona por grupos de interesses. Estes são compostos por: clientes, funcionários, fornecedores, governo, sociedade e os próprios acionistas e adquirem o papel de principais grupos de interesse. A ligação da empresa com os grupos anteriormente citados depende muito da política, valores, cultura e a visão estratégica presentes na organização.

Parcerias Empresas cidadãs

Empresas Cidadãs, mais conhecidas como empresas que atuam no terceiro setor

Por outro lado as Empresas-Cidadãs adquirem o caráter humano e social, que anteriormente não é existente. As relações mantidas por Fundações e Institutos são criadas e geralmente regidas a partir de um Código de Ética, logo são eficientes e o lucro é gerado apenas como conseqüência de tal estratégia. A preocupação com o meio ambiente e os problemas sociais também fazem parte da rotina destas organizações, que ao invés de deixar ao governo a total responsabilidade pela erradicação dos males procura agir e combatê-los ao seu modo.

O que uma empresa de terceiro setor procura?

Apesar do Terceiro Setor não almejar lucro as empresas de natureza social ganham valores, que conforme agem perante a sociedade, esta lhe retribui positivamente. Com o tempo surge a consciência interna e externa, uma vez que as pessoas notando o bem que a empresa pratica ajudam-na manter-se em funcionamento.

Empresas cidadãs - prêmios

Pode-se concluir afirmando que as organizações cidadãs visam o bem comum. Escolas, creches e hospitais atendem e possuem objetivos específicos, porém todos buscam sanar os problemas e as necessidades existentes na sociedade. O funcionamento destas empresas pode ser comparado ao corpo humano, pois necessita que todas as relações funcionem corretamente para que haja o desenvolvimento e a transformação da sociedade.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para as empresas privadas é bastante acirrado. Vários trabalhadores lutam pela oportunidade de conseguir um emprego estável e que tenha um bom retorno. Com a divulgação das empresas do terceiro setor também há um crescimento de trabalhadores assalariados procurando uma vaga nestas empresas. Mas ainda há milhares de pessoas se capacitando e fazendo cursos para tentarem vagas em órgãos públicos, estes que oferecem grande estabilidade e bom retorno aos contratados.

Trabalho Empresas cidadãs Como se tornar uma Empresa cidadã

Vídeo Empresas cidadãs

Confira um vídeo sobre as Empresas cidadãs

Pesquisar
Artigos Relacionados