Dieta da proteína

links patrocinados

Dieta

Dieta da proteína

A alimentação balanceada contribui para manter o organismo saudável e em perfeito funcionamento. Sem exageros de um tipo ou de outro alimento, consegue-se obter um bom resultado. Quando o que se procura é um corpo saudável, a alimentação é aliada dos exercícios físicos. Mas hoje em dia a alimentação é usada para mais propósitos, como manter-se em forma, emagrecer de forma rápida apenas modificando a alimentação, acrescentando um determinado tipo de alimento e evitando outros tipos.

Uma dessas dietas que se baseia em apenas um tipo de alimentos é a Dieta da Proteína. Esta dieta pretende eliminar peso corporal através da eliminação dos carboidratos do cardápio do dia-a-dia. Substitui-se o carboidrato e outras fontes de energia pela ingestão de proteína.

Como funciona

Ao eliminar a ingestão de carboidratos, o corpo passa a utilizar-se de outras fontes de energia. Como não existe mais carboidrato no corpo, ele passa a transformar gordura em energia, quebrando as moléculas da gordura pra que ela se transforme.

Trata-se de uma receita simples de ser seguida, afinal, sem carboidrato, sem fonte de energia, então a gordura precisa ser transformada. A Dieta da Proteína promete queimar até 2 quilos em sete dias, mas ela deve ser feita apenas neste período, mais que isto um médico precisa ser consultado. Além disso, carboidratos são necessários durante as refeições.

A soma de todas as refeições durante o período da dieta das proteínas deve chegar em no máximo 1000 calorias por dia. Por isto ela deve durar apenas 7 dias e não ultrapassar.

Alimentos

A dieta da proteína é uma dieta para quem gosta de comer carnes. Pois a carne sem gorduras é uma fonte rica de proteínas. Assim como ovos e muitos outros alimentos.

Os legumes e vegetais também são liberados, pois eles possuem proteínas. Apenas deve se ficar atento a legumes e frutas que possuem valor calórico acima do recomendado para a dieta. Proteínas derivadas do leite também não são permitidas, pois possuem um alto índice de gordura. Bebidas como água de coco, água tônica, sucos de caixa, sucos caseiros, vinho, refrigerantes e Whisky também estão proibidos.

Dieta da Proteína ou Dieta Atkins

Dieta da Proteína ou Dieta Atkins

Dieta da Proteína

A dieta da proteína, também conhecida como dieta do Dr. Atkins, é umas das mais famosas do mundo. Seu objetivo é cortar totalmente a ingestão de carboidratos do organismo. Os carboidratos também são conhecidos como as comidas mais “gordas”, ou seja, as que vão fazer com que as pessoas acabem ganhando mais peso.

Tentativa de emagrecer

Na dieta da proteína/dieta Atkins é recomendável o consumo de carnes de todos os tipos, inclusive carne de porco e bacon, assim como verduras, legumes e ovos. A prioridade, como o próprio nome sugere, é que seja consumida a proteína exclusivamente, nas primeiras etapas, mas que depois seja a maior parte da alimentação.

A proteína, ao contrário do carboidrato, alimenta e não engorda da mesma maneira. Além disso, alimentos com proteína tendem a dar maior sensação de satisfação, ou seja, a pessoa não vai querer continuar comendo por achar que ainda está com fome. Para pensar no carboidrato, vale lembrar quantas vezes ao dia é consumido o pão branco e a quantidade de vezes que um prato de macarrão é preparado.

Por ser tão popular, a Dieta da Proteína conta com um site específico para tratar sobre a maneira como deve ser aplicada e o funcionamento desse regime. É claro que é muito importante ter em mente que todo tipo de dieta deve ser acompanhado por um nutricionista, pois os alimentos devem ser balanceados para que não fique faltando nenhum nutriente.

Restrições alimentares

Considerando o próprio nome dessa dieta, o consumo de qualquer tipo de carboidrato é proibido. Pão, Arroz, açúcar, farinhas e massas são cortadas do cardápio. É bom evitar também derivados do leite. Esse primeiro passo é o mais drástico, pois também é quando as pessoas mais sentem falta desse tipo de alimento.

Justamente pelo hábito de comer muito carboidrato, pode parecer impossível ficar sem um grão de arroz ao longo de semanas. Mas, o organismo precisa se acostumar e logo vai ser normal.

Além disso, conforme as etapas vão passando, alguns alimentos são liberados para voltarem a fazer parte do cardápio normal do dia a dia. Para que a dieta funcione, a pessoa interessada precisa realmente se dedicar e fazer valer o esforço.

Pesquisar
Artigos Relacionados