Dicas de alimentos ricos em vitamina D

links patrocinados

Dicas de alimentos ricos em vitamina D

O nome “vitamina D” é atribuído a uma série de compostos que auxiliam a manter o equilíbrio dos minerais em nosso organismo. Uma das funções mais importantes da vitamina D é facilitar a absorção de cálcio, o que é de extrema importância para o fortalecimento de dentes e ossos, além de prevenir o raquitismo, doença que atinge principalmente crianças em condição de subnutrição.

Características da vitamina D

Dicas de alimentos ricos em vitamina D Confiras as Dicas de alimentos ricos em vitamina D

Além de ser importante para um bom desenvolvimento de dentes e ossos, a vitamina D também tem atuação no sistema imunológico, cooperando para a proteção de órgãos como cérebro e coração. Em relação ao sangue, a vitamina D atua como um hormônio regulador, auxiliando a aumentar ou diminuir a absorção de fósforo e cálcio pelo organismo.

A vitamina D é metabolizada pelo organismo através da exposição à luz solar. A vitamina D é tão importante nos primeiros anos de vida que, muitas vezes, pediatras recomendam a utilização do composto de maneira suplementar para crianças pequenas e bebês. Contudo, a utilização de suplementos de vitamina D deve ser feita apenas com acompanhamento médico, pois o composto é nocivo para o organismo em caso de superdosagem.

Em adultos, uma boa alimentação é suficiente para fornecer as quantidades necessárias de vitamina D para o organismo, não havendo a necessidade de suplementação, exceto em casos de recomendação médica. Confira, abaixo, alguns alimentos ricos em vitamina D.

Alimentos ricos em vitamina D

Alimentos ricos em vitamina D

Um adulto saudável deve consumir cerca de 5 microgramas diários de vitamina D, além de passar pelo menos 20 minutos semanais exposto à luz solar, sem a utilização de protetor. O alimento mais rico em vitamina D é a sardinha enlatada. Cada 100 gramas do produto possui 17 microgramas do nutriente. A sardinha fresca, por sua vez, tem em média 5,2 microgramas de vitamina D a cada 100 gramas de produto.
Outros alimentos ricos em vitamina D são o atum (3,6 microgramas por 90 gramas), manteiga (0,45 microgramas por colher), iogurte (1,2 microgramas por potinho), fígado de boi (1,12 microgramas por 100 gramas), leite (0,17 microgramas por copo), gema de ovo (0,53 microgramas por 100 gramas) e cogumelos (0,65 microgramas por 100 gramas).

Conheça as Dicas de alimentos ricos em vitamina D

Suplementação

Como mencionamos acima, a suplementação de vitamina D deve ser feita apenas sob prescrição médica, nos casos em que os indivíduos tenham alguma dificuldade de absorção ou vivam em locais extremamente frios, que dificultem a exposição solar. Em algumas regiões da Europa, por exemplo, é comum que médicos receitem uma gota de vitamina D pura por dia para bebês e idosos. No Brasil, entretanto, esta suplementação é praticamente desnecessária, desde que haja uma alimentação saudável.

Vitaminas D

Excessos

Embora seja algo raro, é possível que alguns indivíduos apresentem excesso de vitamina D. O consumo desregulado de sardinha em lata é um dos principais vilões da dosagem correta do nutriente. O excesso de vitamina D pode elevar o nível de cálcio no sangue, o que traz como consequência a formação de pedras nos rins e sopro cardíaco. Contudo, esta é uma condição rara no brasil, pois o excesso de vitamina D costuma ser destruído pela exposição ao sol.

Pesquisar
Artigos Relacionados