Conjuntivite – Sintomas e Tratamento da Conjuntivite

links patrocinados

Conjuntivite

Conjuntivite – Sintomas e Tratamento da Conjuntivite

A conjuntivite é uma doença altamente contagiosa e que afeta milhares de brasileiros todos os anos. Apesar de ser possível adquiri-la durante todo o ano, a conjuntivite é mais comum no inverno, pois as pessoas tendem a ficar em lugares fechados e sem circulação de ar por causa do frio. Parece que basta mudar o clima que os casos de conjuntivite se proliferam.

O que é Conjuntivite

A conjuntivite pode ser causada por alergia, por vírus ou por bactéria. Estas duas últimas causas da doença são mais frequentes. No caso de alergia, o organismo pode reagir à poluição ou a outras substâncias, como o cloro, a poeira ou a certos colírios.

A conjuntivite contagiosa, causada por vírus ou bactérias, é uma inflamação que ocorre na membrana que reveste a frente do globo ocular, chamada conjuntiva (daí o nome conjuntivite). A conjuntivite pode durar de uma semana a 20 dias corridos. Nos primeiros dias os sintomas e características são mais fortes.

A conjuntivite parece piorar no inverno, pois as pessoas geralmente buscam lugares fechados e quentes, propícios à doença. O clima seco parece estar também relacionado com a doença.

Sintomas da Conjuntivite

Causas da Conjuntivite

A pessoa acorda com dores de cabeça e por todo o corpo, se sentindo fraca e sem apetite. Os olhos geralmente estão grudados devido à secreção quando se acorda e a sensação de areia nos olhos por perdurar por dias. A coceira na região é constante e os olhos podem ficar bem inchados e vermelhos. A pessoa também fica sensível à luz.

A conjuntivite pode ser transmitida através do contato com alguém infectado em lugares fechados ou públicos, como piscinas, academias, salas escolares, ônibus ou metrô, etc. Os sintomas geralmente começam em um dos olhos, transmitindo-se para o outro em até 24 a 48 horas após o contágio.

Tratamento

Sintomas da Conjuntivite

O soro fisiológico ajuda a manter a região dos olhos, afetada pela conjuntivite, higienizada. Use também compressas de água filtrada fria na região. Jamais utilize colírio sem prescrição médica, pois eles podem piorar o quadro da doença. No caso da conjuntivite bacteriana, antibióticos podem ser receitados pelo médico; no caso de conjuntivite alérgica, o uso de anti-histamínicos pode ser recomendado. O importante é procurar um especialista que pode verificar o grau e o tipo da doença.

Em geral, a doença se cura sozinha (se não for alérgica) e basta a pessoa ter paciência e tomar alguns cuidados de higiene.

Dicas de Prevenção

Remedios para Conjuntivite

Lave as mãos sempre que possível e principalmente se estiver com a doença. Neste caso, também troque as fronhas dos travesseiros todos os dias para evitar a predominância do vírus. Não compartilhe objetos pessoais: escovas, maquiagens (principalmente rímel e delineador), cremes, toalhas, óculos, talheres, etc. Lembre-se de manter o ambiente sempre aberto e arejado para que a conjuntivite não se desenvolva. Utilize óculos escuros se a sensibilidade à luz for intensa – os óculos não ajudam a combater a doença, mas são úteis no caso de fotosensibilidade. Quem usa lentes de contato deve evitá-las até o desaparecimento da conjuntivite. É indicado que não se vá ao trabalho ou à escola durante todo o período da doença.

Conjuntivite no inverno Doenca Conjuntivite

Pesquisar
Artigos Relacionados