CFN Nutrição

links patrocinados

CFN Nutrição

CFN Nutrição

A boa alimentação e nutrição de forma adequada são provenientes dos profissionais de nutrição. Estes atuam para que a categoria seja valorizada e reconhecida, e para que não haja equívocos em relação a profissão. A CFN (Conselho Federal de Nutricionistas) trabalha para que a profissão esteja inserida em políticas públicas e em formas de melhorar a qualidade da alimentação dos brasileiros.

A organização da CFN

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) foi fundado em 1980. Trata-se de uma autarquia federal, criada a partir de uma mobilização que contou com profissionais da área e estudantes. O objetivo do Conselho é regulamentar, orientar e fiscalizar as atividades e exercício da profissão dos nutricionistas. Antes da criação do CFN, a profissão de nutricionista era fiscalizada por órgãos de medicina.

Anterior ao CFN já havia no Brasil uma entidade responsável pela regulamentação da categoria, a Associação Brasileira de Nutricionistas (ABN), fundada em 1949.

O CFN tem sede em Brasília, e conta com demais Conselhos Regionais de Nutricionistas (CRN), que somam dez, disponibilizados em diferentes estados do território nacional. Vinte por cento do dinheiro arrecadado pelos CRNs é destinado ao CFN.

A organização divide-se em órgão deliberativo, órgão executivo, órgão permanentes, assessorias permanentes, assessorias especiais, comissões transitórias e grupos de trabalho, e serviços de apoio administrativo. Esses grupos são subdivididos em: presidente, vice-presidente, secretária, tesoureira, conselheiras efetivas e conselheiras suplentes.

As taxas, multas, taxas referentes à expedição do documento e demais anuidades arrecadadas são responsáveis pela manutenção do Conselho.

Principais parceiros da CFN: Programa Nacional de Alimentação Escolar, Coordenação Geral da Política Nacional de Alimentação e, Programa de Alimentação do Trabalhador.

A profissão no Brasil

A profissão de nutricionista passou por várias fases no país, entre os anos de 1950 e 1975 ocorreu a grande ampliação de cursos no estado nacional, gerando maior quantidade de nutricionistas e profissionais atuantes nessa área. E nessa mesma época iniciou a luta pelo reconhecimento da categoria.

Em 1976 a 1984 surgem novos cursos no país, e foi criado o CFN. As professoras Maria José Machado Rodrigues e Sônia Moreira Alves de Souza foram as grandes responsáveis pela fundação da CFN, pois encaminharam pedidos ao Ministério para a regulamentação da profissão no país.
Durante os anos de 1985 e 2000 houve uma maior mobilização em favor do reconhecimento da área, e criação de eventos técnico-científicos. A partir de 1995 foram implantados no Brasil novos cursos, porém, com avanço no conhecimento e área técnica de ensino aos alunos.

Estatísticas da profissão

As capitais brasileiras são as que possuem um maior índice de nutricionistas e cursos para a área, em todo o país há 309 cursos. No Brasil há uma quantidade de 41.228 nutricionistas, esses profissionais têm entre 26 a 40 anos, e 96,5% são do sexo feminino. 41,7% desses atuam na nutrição clínica, e 32,2% estão na área de nutrição coletiva

Fotos

CFN - NutriçãoCFN - Nutrição
NutriçãoNutrição
Conselho Federal de NutricionistasConselho Federal de Nutricionistas

Pesquisar
Artigos Relacionados