Cerveja X Psoríase

links patrocinados

Cerveja X Psoríase

De acordo com estudos realizados em uma universidade dos Estados Unidos, as mulheres que bebem com frequência cerveja têm mais chances de desenvolver a psoríase, uma doença de pele crônica, que faz com que a pele sofra descamação e forme uma espécie de relevo avermelhado. Além disso, alguns componentes não-alcóolicos da cerveja, que não são encontrados nos destilados e nos vinhos, podem estar relacionado ao surgimento da doença. A causa do aumento do risco em desenvolver a psoríase pode estar no glúten da cevada, que é utilizada no processo de fermentação da cerveja. Em mulheres, a chance de desenvolver a psoríase é de até 130% maior do que em mulheres que não bebem ou que bebem cerveja não-alcóolica, bebidas destiladas ou vinho.

O que é a psoríase e o que causa o aparecimento da doença?

Cerveja X Psoríase Confira o que é Psoríase

Psoríase é uma doença crônica de pele, que causa uma descamação na pele e ainda forma uma espécie de relevo avermelhado na mesma. As áreas que sofrem atrito da pele, como os joelhos e os cotovelos são os grandes focos do problema. Mas, apesar disso, a psoríase também afeta as palmas e as plantas das mãos, as unhas, o couro cabeludo e a palma e as plantas dos pés.

Cerveja e seus maléficos

Confira mais

Por isso, para se obter um diagnóstico preciso da doença, é preciso fazer uma biópsia de pele, além de ser recomendado uma investigação do histórico familiar, já que a maioria dos casos de psoríase são causadas por agentes genéticos. Vale ressaltar que fatores e problemas emocionais não causam o aparecimento da psoríase, mas podem detonar as crises quando o paciente já tem predisposição a desenvolver a doença. Além disso, infecções, drogas e as alterações hormonais podem desencadear a formação das escamas.

Conheça Cerveja X Psoríase

Os tratamentos mais indicados

Existem alguns casos da doença que são mais severos e que podem até mesmo causar deformidades nas articulações. Por isso, é muito importante procurar um médico especializado para iniciar o tratamento. Os banhos de luz e de sol são alguns dos métodos indicados no combate à psoríase. Os cremes compostos por cortisona ajudam no combate às manchas e os retinoides, remédios imunossupressores e derivados da vitamina A, também ajudam a controlar e no combate da psoríase.

Cerveja X Psoríase - saiba mais

Curiosidade sobre a doença

As pessoas com psoríase têm mais chances de terem ataques cardíacos, além de elevar as chances de câncer. Mas, ainda assim é preciso levar em conta alguns outros fatores considerados de risco para doenças cardíacas, como o uso de medicações, o sexo, idade e histórico familiar. Além disso, pessoas que têm psoríase correm mais risco de terem pressão alta, colesterol alto e estão mais propensas à obesidade. Por isso, é muito importante que os indivíduos que sofrem com a doença, além é claro de cuidarem dos sintomas da psoríase, façam um rastreamento de fatores de risco para desenvolvimento de doenças cardíacas e ainda promovam mudanças no estilo e nos hábitos do dia a dia. Estes pequenos cuidados minimizam os riscos de futuros problemas cardiovasculares.

Pesquisar
Artigos Relacionados