Anticoncepcional Yasmin

links patrocinados

Anticoncepcional Yasmin

Anticoncepcional Yasmin

Sem dúvida um dos produtos que mais contribuíram para a conquista da liberdade pelo público feminino é o anticoncepcional, que garantiu às mulheres o direito de ter prazer sexual com quem bem entendessem, ao mesmo tempo em que garantiu eficácia contra a gravidez, diminuindo os riscos de uma gestação não planejada.

Tido como um dos anticoncepcionais mais usados em todo o mundo, o Yasmin, fabricado pela Bayer, conta com estrogênio e drospirenona, um progestógeno sintético.

Preco do Anticoncepcional Yasmin

Esta segunda substância, apesar de trazer excelente benefícios para as mulheres, como diminuição da retenção de líquido, evitando o inchaço, e diminuição da oleosidade excessiva dos cabelos e da pele, pode trazer sérias complicações ao longo dos anos.

De acordo com estudos realizados no exterior, o uso de anticoncepcionais à base de drospirenona, como é o caso de Yasmin, aumenta as chances de formação de coágulos sanguíneos, que podem evoluir para uma trombose.

Como tomar a pílula

Maneiras de tomar o medicamento

O anticoncepcional Yasmin é vendido na forma de cartela com vinte e um comprimidos. Caso a paciente nunca tenha usado um método anticoncepcional anteriormente, a ingestão da primeira pílula deve ocorrer no primeiro dia do ciclo, ou seja, no dia em que a menstruação começa. É recomendável que os comprimidos sejam ingeridos sempre no mesmo horário, garantindo maior eficácia.

Após vinte e um dias a mulher deve realizar uma pausa de sete dias, ficando uma semana sem ingerir a pílula, e retomar o tratamento no oitavo dia. Durante esta pausa a menstruação ocorre, sendo que nos primeiros meses, enquanto o corpo se acostuma com o medicamento, é possível a ocorrência de sangramentos fora desta pausa.

Bula do Anticoncepcional Yasmin

Caso a mulher se esqueça de tomar uma pílula em algum dia, é recomendável ler a bula, pois há diferentes procedimentos a serem adotados conforme a semana em que o esquecimento ocorreu. De qualquer forma, é imprescindível que a mulher, caso seja do tipo esquecida, utilize uma agenda ou lembrete para não se esquecer do anticoncepcional, visto que a eficácia é reduzida consideravelmente no caso de esquecimentos.

A ingestão de outros medicamentos, principalmente antibióticos e anticonvulsionantes, também pode interferir na eficácia da pílula. Assim sendo, é recomendável conversar com o ginecologista antes de iniciar um tratamento de saúde em paralelo. Vômitos e diarreias, quando ocorridos até quatro horas após a ingestão da pílula, também podem comprometer a eficácia do medicamento. Quando isto acontecer, é necessário ler a bula para conferir os procedimentos a serem adotados no caso de esquecimentos. Caso a mulher passe mal mais de quatro horas após a ingestão da pílula, não há com o que se preocupar, pois após este período o medicamento já iniciou ação no organismo.

Efeitos colaterais

Embora a pílula Yasmin seja de baixa dosagem, efeitos colaterais podem ocorrer, principalmente nos primeiros meses, época de adaptação do organismo ao medicamento. Nos primeiros três ou quatro meses são comuns náuseas, dores de cabeça, inchaços do abdômen e das extremidades, aparecimento de acne e dor nos seios. Os sintomas costumam ser passageiros, portanto, se persistirem por mais de seis meses, é recomendável agendar uma consulta com o ginecologista.

Yasmin Anticoncepcional Receita para tomar Anticoncepcional

Pesquisar
Artigos Relacionados