Aborto – tudo sobre a lei, tipos, aborto induzido e aborto espontâneo

links patrocinados

Aborto: Tudo sobre a Lei, Aborto Induzido e Aborto Espontâneo

Quando uma família passa por alguma questão considerada tabu, acha que é o fim do mundo prefere esconder e mentir para os demais, quando o mais certo era ter conversado antes com determinada pessoa, que passa pelo problema. Por exemplo, numa casa onde os filhos não podem falar de drogas e sexo, provavelmente será alvo destes vilões porque as crianças não obtiveram apoio ou mesmo informações necessárias quando se sentiram tentados a experimentar.

Uma gravidez indesejada é a questão mais delicada que pode acontecer num lar, sobretudo se nesta casa os filhos foram criados com regimes severos e possuem pais de mente fechada. Quando esta gravidez acontece em meio à violência é muito pior de se lidar com ela, seja através de um estupro ou mesmo por descuido a gravidez é sempre encarada como algo errado, porém ninguém toca no assunto do aborto, porque esse assunto é tabu.

Aborto Ilegal

Sobre o Aborto e suas Leis

O aborto se constitui na interrupção de uma gravidez. A briga sobre legalizar ou não um aborto se dá porque alguns países acreditam que toda gravidez é de responsabilidade da mulher, uma vez que ocorre no corpo dela. Outra questão levantada é que quando há a fertilização do óvulo, esta vida passa a ser independente e a mulher já não possui mais o direito de decidir sobre a vida desta outra pessoa.

Durante a antiguidade o aborto era perfeitamente aceitável, já que o ser que a mulher carregava não era considerado humano, até 40 dias de gestação para os homens e 80 para as mulheres, sendo ela dentre este período capaz de decidir se levaria a gravidez adiante ou não. O que houve com o passar do tempo, foi que questões de fertilização e humanização deste ser que a mulher carrega passaram a pesar mais.

Praticas de Aborto

No Brasil, devido à colonização dos portugueses e um forte comando da Igreja católica sempre foi proibida a técnica de aborto, sendo abrandada somente quando a mulher praticava o aborto a si mesma, ficando livre de pena. Porém, em 1940 foi instituída a lei que temos hoje, que diz que o aborto se constitui como ‘crime à vida’ e segue com pena de um a quatro anos de reclusão quando feito sem o consentimento da mulher e de até três anos quando com o consentimento da mulher.

As práticas de aborto que ficariam sem pena, seriam as que ofereçam risco à saúde da mulher, má formação do feto ou através do estupro. Embora seja proibido, o aborto ainda é cometido em grande número em nosso país, através de técnicas e clínicas ilegais acarretando riscos à saúde e a vida da mulher.

Regras para o Aborto

Tipos de Aborto e Aborto Induzido e Espontâneo

Abortar significa expulsar o feto do útero, antes que seja capaz de viver independente de outro ser. Dentre os tipos de aborto relaciona-se:

O aborto acidental, é aquele que ocorre com a queda ou mesmo algum acidente relacionado à mãe que acaba por expulsar o feto, sem a intenção; aborto espontâneo é aquele que ocorre repentinamente, sendo mais frequente na 3ª semana de gestação; aborto induzido pode ocorrer em clinicas clandestinas ou legalizadas, em casa, com a ajuda de outras pessoas ou a mãe sozinha, esta prática se constitui por intenção da mãe ou de outras pessoas e pode acontecer com a ajuda de medicamentos ou com a introdução de objetos; e aborto oculto no qual o feto morre, porém continua no interior da grávida.

Aborto induzido Questoes sobre o Aborto

GD Star Rating
loading...
Aborto - tudo sobre a lei, tipos, aborto induzido e aborto espontâneo, Nota: 4.5 de 5 com 153 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados