Volta do Schumacher

links patrocinados

Volta do Schumacher

Volta do Schumacher

Michael Schumacher é o piloto de Fórmula 1 com o maior número de títulos de todos os tempos e segundo o site oficial da competição, pode ser também considerado o maior piloto de todos os tempos. Schumacher é heptacampeão, ou seja, já venceu sete vezes a mais importante categoria do automobilismo, teve registradas 91 vitórias, já subiu ao pódio 155 vezes, sendo dezenove seguidos e tendo pilotado seu carro em 299 corridas, já largou em pole positions 68 vezes e acumula 1534 pontos.

Sobre o Michael Schumacher

Michael Schumacher já conseguiu outros grandes feitos enquanto competia, como terminar uma temporada inteira no pódio e fazer a pole com as melhores corrida e volta 22 vezes.

Antes de chegar à Fórmula 1, Michael Schumacher disputou diversos outros campeonatos da categoria, como Fórmula König, Fórmula de Protótipos, Fórmula Ford e Fórmula 3000 Japonesa.

Schumacher chegou a Fórmula 1 em 1991 pela equipe Benneton, que defendeu até 1995, ano do Grande Prêmio da Bélgica, que venceu de maneira incrível mesmo tendo largado em décimo sexto lugar.

Em 1996 o piloto chega à equipe que o consagraria grande campeão, a Ferrari. Sua missão ao se juntar aos outros pilotos que corriam pela escuderia era garantir um título, visto que os pilotos, nos últimos quinze anos, não haviam conseguido vencer nenhum grande prêmio. Apesar de ter conseguido vencer algumas corridas e de ter ajudado sua equipe a se reerguer, Schumacher só começou a dar sinais do grande campeão que é hoje a partir de 2000, quando, até 2004, conquistou cinco títulos seguidos e bateu diversos recordes, além de conquistar novos.

O ano de 2006 foi cheio de altos e baixos para Schumacher. No Grande Prêmio de Mônaco, por exemplo, após prejudicar seu rival ao parar na saída de uma curva, Schumacher foi punido e obrigado a largar em último lugar. Neste mesmo ano Michael competiu em sua última temporada, tendo sido o Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos, o palco de sua derradeira corrida. Após a corrida, Michael anunciou sua aposentadoria das pistas.

Volta de Schumacher

Em 23 de dezembro de 2009, três anos após anunciar sua aposentadoria das pistas de corrida, Michael Schumacher declara oficialmente seu retorno à Fórmula 1, desta vez pela Mercedes. De acordo com declarações do próprio piloto, um dos motivos que o fez aceitar o convite da Mercedes foi ela ter comprado a equipe Brawn GP.
Michael Schumacher tinha como companheiro de equipe seu conterrâneo Nico Rosberg e antes de oficializar seu retorno pela Mercedes, cogitou voltar a correr pela equipe que o havia consagrado, mas desistiu após o piloto Fernando Alonso ser contratado.

Por três anos de contrato com a Mercedes, Michael Schumacher recebeu sete milhões de euros.

Nova aposentadoria

Em 2012, às vésperas do início dos treinos para o Grande Prêmio de Suzuka, Michael Schumacher anunciou que irá se aposentar, e desta vez de forma definitiva, das pistas ao final do campeonato. O piloto revelou que, aos 43 anos, não está em sua plena forma, não conseguirá competir no nível máximo e deste modo, prefere não se comprometer ao invés de fazer algo pela metade.

Pilotos rivais, no entanto, afirmam que Michael Schumacher decidiu abandonar sua carreira quando descobriu que sua equipe contrataria Lewis Hamilton. Por não ter conseguido ser contratado por outras equipes, tais como Sauber e Ferrari, Schumacher preferiu sair de cena de vez.

Fotos

Confira Fotos sobre Volta do Schumacher: Volta do Schumacher para a Fórmula 1 Mercedez Schumacher Schumacher volta para a Fórmula 1 Michael Schumacher

Pesquisar
Artigos Relacionados