Sintomas e tratamento da depressão pós-parto

links patrocinados

Sintomas e tratamento da depressão pós-parto

Nem toda melancolia que se instala na mulher depois do parto pode significar que ela está com depressão, um caso que chega a afetar cerca de 10% das que dão à luz. Saiba diferenciar a doença e conheça mais sobre os sintomas e tratamento da depressão pós-parto.

O que é depressão pós-parto e como diferenciar da tristeza

Sintomas e tratamento da depressão pós-parto Conheça os Sintomas e tratamento da depressão pós-parto

Qualquer mulher que acabou de dar à luz pode passar pelos sintomas e tratamento da depressão pós-parto, um problema que não avisa. O que acontece é que, por causa da gravidez, a mulher tem um desequilíbrio hormonal muito grande, o que pode fazer com que uma certa tristeza e melancolia invada o físico da mesma, seguido por uma certa irritabilidade.

Entretanto, esses tipos de sentimentos podem desaparecer em alguns dias. Caso isso se intensifique, o que pode até mesmo causar uma rejeição ao bebê, o melhor é procurar saber sobre os sintomas e tratamento da depressão pós-parto. Nesses casos, a compreensão do parceiro, família e amigos é essencial, devendo entender que não é culpa da mulher, mas dos hormônios.

Confira os Sintomas e tratamento da depressão pós-parto

Sintomas e tratamento da depressão pós-parto: sobre a tristeza

Falando dos sintomas e tratamento da depressão pós-parto, os indícios da doença emocional começam a aparecer cerca de doía a três dias depois do parto, mas ela não se instala de forma total. A doença vai aos poucos consumindo a pessoa, causando no começo, uma tristeza sem explicação, que pode até mesmo causar insônia.

Por sua vez, a falta de um sono de qualidade também causa mais irritabilidade, principalmente por causa da amamentação do bebê, que ainda costura chorar durante o período noturno. Entre os sintomas e tratamento da depressão pós-parto, quando essa tristeza dura mais que um mês, a procura de um médico profissional é o mais indicado.

Depressão pós-parto

Porcentagem de pessoas que possuem a depressão

Os sintomas e tratamento da depressão pós-parto acabam sendo parte do dia a dia de 10 a cada 100 mulheres que dão a luz. Por mais que há a possibilidade dessa tristeza exagerada acabar, ela pode até mesmo se tornar crônica. Os sintomas ainda podem envolver fome exagerada, falta de cuidados consigo mesmo, falta de cuidados com a criança e perda de interesse em hobbies que antes ocupava espaço na vida da pessoa.

Sintomas e tratamento da depressão pós-parto - saiba mais

Sintomas e tratamento da depressão pós-parto: forma de tratamento

Na lista dos sintomas e tratamento da depressão pós-parto, a doença precisa ser diagnosticada por um profissional e tratada com medicação. A maioria dos remédios mais modernos não causam nenhum tipo de efeito colateral no bebê quando o mesmo ainda está no útero, mas na amamentação há o risco de o sedativo passar.

O ato de amamentar também pode ser uma forma natural de diminuir ou até acabar com a depressão, já que a ligação entre mãe e filho possui forte apelo emocional. Nesses casos, a terapia pode ser indicada para o combate os sintomas da doença. Mais informações sobre os sintomas e tratamento da depressão pós-parto podem ser conseguidas com um médico de confiança.

Pesquisar
Artigos Relacionados