IDH 2013: ranking brasileiro

links patrocinados

IDH 2013: ranking brasileiro

O Índice de Desenvolvimento Humano, ou simplesmente IDH, é um método utilizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) que tem como objetivo classificar o grau de desenvolvimento de países, estados e cidades em todo o planeta. Com isso, a ONU cria um ranking dividido entre desenvolvido – locais que apresentam desenvolvimento considerado muito alto -, em desenvolvimento – com classificações entre média e alta – e subdesenvolvidos – regiões que apresentam índices considerados baixos.

Metodologia do IDH

IDH 2013: ranking brasileiro O que é IDH

IDH utiliza três grandes eixos para chegar a seu resultado final: expectativa de vida, níveis de educação e PIB per capita. Com o cruzamento destes dados, é possível chegar a um panorama mais completo do que aquele apresentado, por exemplo, apenas pelo PIB. Antes da criação do IDH, em 1990, estes índices eram considerados os mais importantes para determinar o nível de desenvolvimento de uma região. Contudo, esta era uma metodologia precária, pois a renda per capita pode não se refletir na qualidade de vida da maioria, por exemplo.

O índice de educação é calculado a partir de dois fatores: taxa de alfabetização e taxa de escolarização. A longevidade, por sua vez, é considerada como um reflexo do grau de desenvolvimento da saúde e do saneamento básico de uma região. A renda, por fim, também leva em conta o poder de compra, considerando que o custo de vida é bastante variável entre os países.

Ranking brasileiro

Ranking mundial do IDH 2013

O ranking do IDH 2013 foi divulgado na metade do ano. Em termos mundiais, a Noruega manteve a primeira posição em relação ao ano anterior. O mesmo aconteceu com a Austrália, na segunda posição do ranking. Os Estados Unidos superaram a Holanda, ocupando a terceira posição, enquanto os holandeses caíram para o quarto lugar.

Na lista dos dez países mais bem colocados, a Alemanha (quinta posição) e a Suécia (sétima posição) foram as nações que mais subiram no ranking, conquistando três posições em relação a 2012. O Canadá, por sua vez, foi a grande decepção da lista, caindo seis posições (da quinta para a décima primeira). Na América do Sul, o país melhor colocado é o Chile, na 40ª posição. A Argentina está na 45ª, enquanto o Brasil está apenas na 85ª colocação, mesma posição do ano anterior.

Indice de Desenvolvimento Humano

Ranking brasileiro do IDH 2013

O ranking brasileiro do IDH de 2013 teve a cidade de São Caetano do Sul, no interior paulista, como a melhor do país para se viver. A segunda posição também ficou com o estado de São Paulo, com a pequena cidade de Águas de São Pedro, que tem menos de três mil habitantes. A primeira capital do ranking é Florianópolis, que ficou na terceira posição nacional. A pior cidade da lista foi Melgaço, no Pará.

Confira - IDH 2013: ranking brasileiro

Onde consultar

Para consultar o IDH de cidades e estados do Brasil, a fonte de informação mais completa é o site Atlas Brasil, desenvolvido pelo PNUD. Além do Índice de Desenvolvimento Humano, a página também fornece informações detalhadas sobre a evolução do município desde 1991, quando o IDH começou a ser aplicado.

Pesquisar
Artigos Relacionados