GP do Japão

links patrocinados

GP do Japão

GP do Japão

GP de Suzuka

A primeira edição do GP do Japão foi realizada em 1976 no autódromo de Fuji, na cidade de Shizuoka. O Grande Prêmio só foi realizado neste circuito nos anos de 1976, 1977, 2007 e 2009.

O tradicional circuito de Suzuka, localizado na cidade homônima, recebeu o GP do Japão em todas as outras edições. O fato da pista de Fuji ser extremamente perigosa foi motivo para a substituição, já que em 1977 um acidente envolvendo Gilles Villeneuve, onde o carro voou por cima do muro e atingiu a torcida, matou duas pessoas. Este foi o estopim para que a corrida mudasse para outro local.

A partir daí foi o circuito de Suzuka que passou a receber o GP do Japão, com exceção dos anos de 1978 a 1986, quando não tivemos edições da Fórmula 1 no país nipônico.

Grandes Momentos do GP do Japão

Por muitos anos o GP do Japão fechou a temporada da Fórmula 1. Consequentemente vários campeões foram conhecidos somente depois desta prova. Além deste fato, foi na terra do sol nascente onde tivemos grandes e decisivos momentos da Fórmula 1: foi no Japão que Ayrton Senna conquistou seu primeiro título, de forma dramática.

Senna largou em primeiro lugar, porém teve problemas na largada, caindo para a décima quarta posição. Em uma recuperação fantástica Senna recuperou a liderança 28 voltas depois, ultrapassando seu rival, Alain Prost e se sagrou campeão.

Gp de Suzuka

Foi no GP do Japão também, porém no ano seguinte, que a história se inverteu. Num tricampeonato polêmico, Prost reverteu a situação e sagrou-se campeão pela terceira vez, provocando uma batida intencional contra Senna, o que daria o título a si próprio.

Foi no GP do Japão que Sebastian Vettel sagrou-se bicampeão de forma absoluta em 2011. O alemão surgiu como um sucessor de Michael Schumacher, maior vencedor do GP do Japão, com 6 títulos. Neste ano a prova já não fechava a temporada. Por este motivo Vettel foi campeão com 4 corridas de antecedência.

Dados curiosos do GP do Japão

Japao

O circuito de Suzuka é famoso por ter a única pista em formato de 8 de todos os tempos da Fórmula 1. Justamente por este fato, possui um túnel e uma ponte, exatamente no ponto onde a pista se cruza.

O circuito também é conhecido por ser muito veloz, com curvas desafiadoras e retas longas, sendo que a melhor volta da pista foi completada pelo brasileiro Felipe Massa em 2006 no tempo de 1 minuto, 29 segundo e 599 milésimos.

Pilotos japoneses

Grandes momentos da GP do Japão

Na história da Fórmula 1 não há muitos pilotos japoneses ou eles não tiveram muita importância durante a temporada.

Porém podemos destacar Kamui Kobayashi, considerado por Alan Jones, ex-campeão da categoria, como o principal piloto japonês de todos os tempos.

Kobayashi conseguiu seu maior feito justamente no GP do Japão, no ano de 2012. Competindo pela equipe Sauber, o ‘japonês voador’, como era chamado pelos companheiros e pela imprensa, subiu ao pódio em terceiro lugar, tornando-se o terceiro piloto japonês da história a subir ao pódio na Fórmula 1.

Dados Curiosos do GP do Japão Pilotos Japoneses

Pesquisar
Artigos Relacionados