Endometriose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamentos

links patrocinados

Endometriose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamentos

A Endometriose é uma doença que faz com que o tecido que reveste a mucosa do endométrio, também conhecida como parede interna do útero, cresça em outras partes do corpo, causando assim sangramento irregular, muita dor e aumentando as chances de infertilidade.

Endometriose: Sintomas

Endometriose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamentos Endometriose

Endometriose é uma doença que atinge de 10 até 15% das mulheres que estão em idade reprodutiva. Os principais sintomas são dores durante e depois da relação sexual, cólicas menstruais que não melhoram com medicações habituais, sintomas intestinais e urinários, como sangramento e dor ao urinar, cólicas ou dores no baixo abdome que ocorrem por até duas semanas antes da menstruação e dores lombares e pélvicas.

Vale ressaltar que em muitos casos, não existem sintomas que denunciem a existência da endometriose. O que acontece na verdade, é que algumas mulheres com casos graves de endometriose não chegam a sentir dor. Já as mulheres com endometriose leve costumam sentir dores intensas.

Muitas vezes, o diagnóstico atestando endometriose acaba sendo tardia, porque em geral, a doença tem uma evolução lenta e acabamos ignorando os sintomas.

Para diagnosticar a endometriose são feitos alguns exames como, ultrassom transvaginal, exame pélvico e laparoscopia pélvica.

Endometriose: O que é

Como é causada a endometriose?

Todos os meses, os ovários produzem alguns hormônios que estimulam o endométrio a se multiplicarem para receberem óvulos fertilizados. Assim, o endométrio acaba aumentando de tamanho, além de ficar mais grosso. Se as células endometriais crescerem fora do útero, surge a endometriose. Vale ressaltar que essas células que crescem fora do útero, permanecem no mesmo lugar, sangrando um pouco, curando-se e são estimuladas no ciclo menstrual seguinte.

Além dos sintomas que já citamos acima, esse processo contínuo pode ocasionar cicatrizes nos ovários, nas trompas e ainda ao redor da pélvis.

Mulheres que já tem um histórico de endometriose na família têm até seis vezes mais chance de desenvolver a doença. Apesar de ser um problema comum entre as mulheres, a doença só é diagnosticada entre os 25 e 35 anos de uma mulher, mas a doença começa a se desenvolver quando o ciclo menstrual se inicia.

Endometriose:  Sintomas

Buscando tratamento médico

Se você já tiver na sua família alguém que tenha sido diagnosticado com a doença, se não conseguir engravidar depois de muitas tentativas e os sintomas citados neste artigo, marque uma consulta com a sua ginecologista.

O tratamento ideal da endometriose irá depender da idade, do desejo de ter filhos, da gravidade dos sintomas e da gravidade da doença. E entre as opções estão medicamentos para impedir o avanço da doença, medicamentos para controlar a dor e em casos mais graves, cirurgia para retirar as área de endometriose e ainda histerectomia para a retirada dos dois ovários.

Endometriose:  Tratamentos

Saiba mais

Vale ressaltar que podem surgir alguns efeitos colaterais se o tratamento for feito através do uso de medicamentos, como secura vaginal, ondas de calor, perda precoce de cálcio nos ossos e alterações drásticas no humor. Em decorrência da perda de densidade óssea causada pelo tratamento, o período do mesmo se limita a seis meses, podendo ser prorrogado em alguns casos para até um ano.

Pesquisar
Artigos Relacionados