Como substituir o glúten

Como substituir o glúten

O glúten é composto por diversas cadeias de glutenina e giladina, sendo classificado como proteína amorfa. Esta substância pode ser encontrada em diversos cereais, como por exemplo, o centeio, a aveia e o trigo. A composição do glúten de trigo envolve: 7-15% de proteína, 1-5% de lipídios e 40-70% de amido.

Esses números sofrem alteração de acordo com o tipo de glúten, sendo assim, as pessoas que sofrem intolerância à glúten, podem se alimentar de certos alimentos que contenham esta porcentagem distinta, sendo consideravelmente menor na substância em que esta pessoa tem advertência.

O alimento mais comum, que é utilizado corriqueiramente na cozinha que contém glúten é a farinha de trigo, entretanto, este pode ser encontrado também na cevada, no centeio, no triticale, no kamut e na aveia. Na culinária vegetariana o glúten tem um papel fundamental, após um processamento químico, onde ele é extraídos desses vegetais, o glúten é utilizado como carne, por apresentar (após o processo químico) uma consistência semelhante e ser de fácil absorção de sabor.

Patologias Relacionadas ao Glúten

Como substituir o glúten Saiba Como substituir o glúten

Para aquelas pessoas que sofrem com a intolerância do glúten, a ingestão desse composto acarreta em prejuízos à mucosa do intestino delgado, dificultando uma digestão habitual, ocasionando o chamado popularmente “intestino preso”. Além disso, se pessoas intolerantes consumirem o glúten, poderão apresentar dermatites herpetiformes. Estima-se que cerca de 2% da população mundial tenha intolerância ao glúten, destes, apenas a metade é atingida os sinônimos da incomplacência ao composto, sendo assim, somente 1% da população mundial não pode comer alimentos que contenham glúten.

Há um “dito popular” de que crianças autistas têm hipersensibilidade a glúten e ao leite, entretanto, esta crença foi desmentida por cientistas que alegaram que a ingestão dessa substância é de extrema importância para o desenvolvimento da criança.

A ingestão demasiada do glúten pode acarretar, em pessoas que não sofrem nenhuma restrição ao composto, depressão, psoríase e artrite psoriática.

O que é glútem

Como Substituir o Glúten

Para os intolerantes ao glúten, a dieta deve ser alterada coma finalidade de aniquilar essa proteína da alimentação diária. Pode parecer um tanto quanto difícil eliminá-la inicialmente pois praticamente tudo que comemos tem pelo menos um pouquinho de glúten: macarrão, pão, bolachas, salgadinhos, entre outros.

Entretanto realizar esta substituição não é tão complicado assim, basta substituir o glúten (basicamente a farinha de trigo) por produtos derivados do milho, do arroz ou do aipim.

Então, mãos a obra, compre os ingredientes normalmente da sua receita e substitua a farinha convencional por uma de arroz, por exemplo, o sabor ficará ainda melhor!

Confira Como substituir o glúten

Rotulação dos Alimentos com Glúten

Quando você for ao supermercado fique atento aos rótulos, é obrigatório que conste a presença ou ausência de glúten nos alimentos brasileiros. Cerca de dois milhões de cidadãos que moram no Brasil, sofrem com a intolerância ao glúten, portanto, os fabricantes de alimentos têm obrigatoriedade de explicitar a presença dessa proteína nos seus produtos.

Conheça Como substituir o glúten

Saiba mais

Devido a este número bastante alarmante de intolerantes, muitos restaurantes e lanchonetes, principalmente das grandes metrópoles estão de especializando em cardápios que excluem o glúten, esta tática está mostrando resultados bastante satisfatórios, devido à grande faixa de consumidores e também a ausência de restaurantes que ofertem este tipo especial de alimentação.

GD Star Rating
loading...
Como substituir o glúten, Nota: 5.0 de 5 com 1 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados