Bovespa FIX

links patrocinados

Bovespa FIX

Bovespa FIX

Sobre a Bovespa FIX

A Bovespa Fix trata-se de um mercado no qual são negociadas os títulos de dívidas corporativas, ou seja, papéis de renda fixa que não foram emitidos pelo Governo. O Bovespa Fix foi lançado em abril de 2001 em uma ação coordenada entre a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC).

O Bovespa Fix funciona seguindo os mesmos princípios do Tesouro Direto. No entanto, enquanto este último negocia título públicos, o primeiro só compra e vende os títulos privados do mercado. Através da Bovespa Fix é possível checar, além das debêntures, outros título privados do mercado como notas promissórias, Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC).

As debêntures

Através do Bovespa Fix é possível verificar as debêntures utilizando critérios variados, como a empresa emissora, o prazo, o indexador, o código, dentre outras opções. Também é possível checar as análises de risco de cada título emitido, novas debêntures e históricos de negociações. O Guia de Debêntures, documento criado pela Bovespa é uma boa fonte de pesquisa para quem quer tirar mais dúvidas sobre o assunto.

Notas promissórias

Uma nota promissória é um título no qual o criador assume a obrigação de pagar a soma da quantia constante no título. Esse tipo de operação caiu no desuso, já que não se registra desde 2005 emissões de notas promissórias para o público, de acordo com os registros da Bovespa Fix.

Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI)

Este tipo de título tem suas garantias lastreadas em créditos imobiliários que são garantidos por imóveis. Esse título tem promessa de pagamento em dinheiro. Os CRI são emitidos apenas por empresas securitizadoras ao transformas em títulos os créditos descontados por originadores. Pela Bovespa Fix é possível buscar todos os CRI disponíveis, além de acessar prospectos, riscos e acompanhar o histórico dos negócios. Este tipo de investimento é exclusivo para investimentos acima de R$ 300 mil e são isentos de imposto de renda.

Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC)

É um fundo de investimento que destina parcela preponderante do patrimônio em direitos creditórios e em títulos representativos desses direitos. OS FIDS tem semelhança com o CRI na parte da transformação do crédito em títulos pelas securitizadoras. Pela Bovespa Fix é possível realizar as mesmas consultas que as aplicadas aos CRI.

 

Queda Bolsa de Valores

Quando começam os primeiros sinais de uma crise financeira, a primeira a sentir os impactos é a Bolsa de Valores. As bolsas mundial funcionam como o maior balcão de negócios do mundo, e logo, quando a crise chega, os negócios caem e as Bolsas perdem os pontos.

Além da Bolsa ser um dos principais indicadores da economia, ela também serve para quando uma empresa de capital aberto, que permite que pessoas comuns comprem suas ações, deseja começar a vender os seus títulos. As Bolsas devem estipular os limites das ações e quais as suas classificações, como ordinárias e de risco.

A pontuação das bolsas são os indicadores do volume de ações no mercado, por isso, casa ação equivale a um ponto. As carteiras de ações que são compras e vendidas possuem os pontos para compra e venda. Se existem compradores para a ação, a pontuação sobe, e poucos, a pontuação cai.

Tipos de Ações

O produto que é vendido e comprado das Bolsas são as ações. As ações funcionam como papeis de títulos que dão ao participante um “pedaço” dessa empresa. Com as flutuações da economia, a ação pode ser valorizada, no caso tem seu preço aumentado, ou ainda pode ser desvalorizada e perder dinheiro.

Dessa forma, cada tipo de ação tem o seu tipo. As ações ordinárias são aquelas em quem possuir o titulo tem poder de participação direta em todos os resultadas da empresa e ainda direito a voto em conselhos. E nas ações preferencias, o dono do títulos tem participação a todos os lucros e dividas da empresa.

Preço de ações na Bolsa de Valores

Diversos fatores podem influenciar o preço das ações. As mais comuns são a historia da empresa e suas metas, tendências e valorização diante do mercado. Porém, um empresa vista como segura muitas vezes pode começar a apresentar sinais de crise e suas ações perdem valor. Quando as ações deixam de serem vendidas, os pontos de carteira caem e ela é passada a ser considerada decadente.

Investimentos em ações na Bolsa de Valores

Hoje, muitas pessoas vem na Bolsa de Valores uma boa forma de conseguir dinheiro. é muito importante que o investidor saiba quais são as ações para investir para acabar não perdendo. Além disso, como o mercado é instável, as perdas e ganhos podem ser diários e o investidor deve saber qual é o momento certo para vender ou comprar.

O lucro grande vem quando um investidor começa a observar os lucros em ações que ainda não possuem carteiras grandes. Assim, ele pode investir mais e comprar mais ações se tornando acionário de grande porte. A compra pode influenciar o mercado a comprar ainda mais, e o comprador primário, faturar ainda mais.

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados