PDE Escola 2011

links patrocinados

PDE Escola 2011

PDE Escola 2011

O Plano de Desenvolvimento da Escola, também conhecido como PDE Escola, tem como objetivo melhorar a gestão da educação no país, transformando-a em algo mais participativo e democrático. O programa é acessado através de um software de agendamento e estratégias disponível no site do Ministério da Educação (MEC) do Governo Federal, mais especificamente no Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (SIMEC).

Segundo direcionamentos governamentais, o PDE passa por três frases: o diagnóstico da escola (como ela funciona, quem participa, quantos alunos e funcionários são, quais as principais dificuldades e forças), a síntese do diagnóstico da escola (um resumo esquemático, quase que como uma lista de pontos positivos e negativos sobre o que é necessário melhorar). E então chega-se à terceira fase: o plano de ação da escola.

Esse é o momento em que se deve juntar pais, professores, alunos e funcionários de todas as áreas ligadas à escola para uma melhoria conjunta, tendo algumas metas a curto, médio e longo prazo, sempre levando em consideração as condições e o número de pessoas disponíveis. Essa última fase é também a mais importante pois considera a realidade específica daquele ambiente, que é diferente de todas as outras no Brasil. É isso que deve ser destacado na hora de por o plano em ação.

Mais informações

O Plano deve ser aprovado pelo SIMEC e validado pelo MEC, que então pede recursos para o FNDE, que irá repassar uma verba específica para essas escolas realizarem de forma prática as propostas de planos. Todas as escolas públicas podem se inscrever, mas existe um número específico de vagas determinado todo o ano pelo governo federal. Em 2011, por exemplo, foram pouco mais que dezenove mil instituições. Naquele ano, elas foram divididas em duas categorias: as com IDEB igual ou inferior a quatro ponto quatro nos primeiros anos e três ponto sete nos anos finais e aquelas que não receberam as parcelas entre os anos de 2008 e 2010.

O PDE Escola foi criado no ano de 1998, sendo que até o ano de 2005 o plano era aplicado apenas nas chamadas Zonas Prioritárias, ou seja, mais necessitadas de planos de assistência que melhorassem o ambiente escolar e chamassem cada vez mais crianças para a freqüência nas aulas. Essas Zonas geralmente envolviam regiões que também contavam com um baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). No ano de 2011, a verba total repassada chegou a duzentos milhões de reais.

Os principais benefícios do Plano, para além da verba que definitivamente as escolas precisam para investir em melhorias, é a sensação de inclusão governamental, bem como a união entre os participantes e ligados com a rotina escolar. A gestão volta a ter sua característica democrática, sem contar na transparência de seus planejamentos e uma facilidade para demonstrar os resultados. A partir do ano de 2012, será implementado o sistema do PDE Interativo, mesmo para as escolas que não tem verba repassada pelo MEC, pois assim podem conhecer melhor a rotina de outras instituições, seja de forma comparativa ou unificadora.

Fotos

Confira Fotos do PDE Escola 2011:

PDE Escola 2011PDE Escola 2011
Plano de Desenvolvimento da EducaçãoPlano de Desenvolvimento da Educação
O objetivo do PDE é melhorar a educação do paísO objetivo do PDE é melhorar a educação do país

Pesquisar
Artigos Relacionados