Manual BPF

links patrocinados

Manual BPF

Manual BPF

Sobre o Manual BPF

Com o objetivo de estabelecer regras e metas a serem cumpridas, o Ministério da Saúde (MS) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) desenvolveram um manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF). A partir disso, cada empresa tem a liberdade de criar um manual específico para uma determinada área de produção, mas seguindo os preceitos do BPF.

Manual do BPF na área da cosmética

No caso de empresários da área de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumaria, o manual BPF tem como objetivo evitar que fatores humanos, técnicos ou administrativos influenciem na qualidade dos produtos. Por traçar um padrão de comportamento, o BPF tenta antecipar possíveis problemas que podem acontecer.

No caso dessa área de atuação, o Ministério diretamente relacionado é o da Saúde. Para cada etapa do processo de fabricação de um determinado produto o BPF oferece um roteiro a ser seguido. A partir de experiências anteriores, tanto positivas quanto negativas, o Ministério tem a autonomia para publicar um manual fechado para ser seguido.

Manual do BPF no setor alimentício

Um perigo recorrente na área da produção de alimentos é a intoxicação alimentar. Algumas vezes isso acontece por desatenção do próprio consumidor, que não verifica a data de validade do produto que consumiu. Em outras, a culpa pode cair em cima do produtor que não seguiu os procedimentos do BPF.

Esses cuidados devem ser tomados não só com os alimentos que serão consumidos por humanos, mas também com aqueles que são servidos de ração aos animais. A atenção do produtor deve começar desde o passo mais básico de um produto, como, por exemplo, a preparação do solo, até a embalagem a ser utilizada.

Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior

Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior

A economia é um dos setores mais importantes dentro da administração pública, principalmente em esfera federal. Por conta disso, o governo federal possui vários especialistas responsáveis por tratarem de assuntos econômicos. Há, inclusive, um setor da administração federal voltada exclusivamente para a economia, em âmbito nacional e internacional.

Para as relações comerciais internacionais, por exemplo, o governo criou um ministério que trata deste assunto: o Ministério do Desenvolvimento da Indústria e do Comércio Exterior. Atualmente, o titular da pasta é Miguel João Jorge Filho.

Com várias pastas e atribuições, o Ministério do Desenvolvimento da Indústria e do Comércio Exterior, tem, essencialmente, a função de contribuir para tornar a economia brasileira, sobretudo em sua relações exteriores, mais forte.

Entre algumas das funções delegadas à esta pasta, está a política de desenvolvimento da indústria, do comércio e dos serviços, ações de apoio a micro e pequenas empresas, além de, por exemplo, ser responsável pela regulamentação e administração da zona franca de Manaus.

Endereço do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, como todos os outros, fica na cidade de Brasília, que é a capital do Brasil e concentra todas as sedes administrativas do país. Ele fica na Explanada dos Ministérios, Bloco J. O telefone de lá é o (61) 2027-7000.

Site do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

No site do Ministério é possível encontrar vários textos referentes ás áreas de interesse, como Comércio Exterior, Comércio e Serviços, Desenvolvimento da produção e Inovação. Ao clicar em cada uma delas, é aberta uma página com várias informações importantes sobre esses temas.

No site os visitantes também encontrar notícias referentes ao Ministério e suas linhas de ação, além de agenda, ouvidoria, publicações, estrutura regimental e regime interno, organogramas, licitações, e várias outras informações relevantes.

Ministério do Trabalho

Ministério do Trabalho

O governo brasileiro é composto por diversos ministérios, secretarias, órgãos, enfim. Todas essas instâncias ajudam a governar o nosso país e possuem responsabilidades a serem desenvolvidas frente à população. Os ministérios são as instâncias mais importantes do governo, depois dos três poderes.

Um dos ministérios mais importantes e mais acompanhados pelos brasileiros é o Ministério do Trabalho. O Ministério do Trabalho e Emprego é um ministério do Governo Federal, que cuida de todas as questões relativas ao emprego e aos benefícios dos trabalhadores brasileiros.

Objetivo do Ministério do Trabalho

O objetivo do Ministério do Trabalho é abranger os seguintes aspectos: formação e desenvolvimento profissional, política e diretrizes para a geração de emprego e renda, para a modernização das relações de trabalho, fiscalização do mesmo, política salarial, política de imigração, imposição de ações previstas em leis e normas legais, segurança e saúde no trabalho e cooperativismo e associativismo urbanos.

Resumindo: todos os aspectos que são ligados aos trabalhadores são de responsabilidade do Ministério do Trabalho. Hoje quem ocupa o cargo de ministro do Trabalho é Carlos Lupi, nomeado por Dilma Rousseff, mas que já era ministro do governo Lula. Ele é um dos responsáveis pelo aumento de recursos para priorizar os jovens de baixa renda.

Lupi assumiu o Ministério disposto a lutar pelos direitos trabalhistas e qualificação profissional. Além disso, primou pela geração de empregos e promoção da cidadania para os brasileiros. Um dos grandes feitos do governo passado foi a capacitação de grande parte da população brasileira.

Emprego e renda

Todos os aspectos ligados ao trabalho e emprego são de competência deste Ministério. Tudo o que o trabalhador precisar saber sobre o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), FGTS, Salário Mínimo, cursos de qualificação, carteira de trabalho, abono salarial, seguro-desemprego, entre outros, ele encontra no site do Ministério do Trabalho.

Para saber mais informações, basta acessar a página do órgão na internet. Lá você encontra as responsabilidades do Ministério e todas as suas funções, bem como a estrutura organizacional dele. Ao todo, são oito departamentos, entre gabinete do ministro, consultorias jurídicas, ouvidorias e secretarias. Se você quiser conhecer todas as pessoas que trabalham por lá, entre no site e confira.

Pesquisar
Artigos Relacionados