Lya Luft pensar é transgredir

links patrocinados

lya luft pensar é transgredir

lya luft pensar é transgredir

Lya Luft é uma famosa escritora e também tradutora brasileira. Ela possui uma coluna na revista Veja e também é professora universitária. Lya Luft nasceu na cidade rio-grandense de Santa Cruz do Sul. No total ela é responsável por mais de vinte obras literárias, entre elas a obra Pensar é Transgredir de 2004. Algumas das obras de Lya Luft figuram entre as mais vendidas em listas de revistas como as da Veja.

A obra Pensar é Transgredir

Trata-se de um livro de crônicas com textos contendo muita emoção e escritos de uma forma bem refinada. As crônicas contidas na obra são em uma linguagem simples e acessível, os textos são de certa forma bastante sintéticos porém com grande completude. São esmiuçados egos femininos e descrições do amor como uma escultura, em determinado momento da obra.

O que a obra parece deixar a tona são as emoções e a realidade, não ser uma pessoa muito acomodada e nem muito e nem muito fútil, porém não deixar as emoções e os sonhos de lado para viver a realidade. A obra ínsita a pensar e o próprio pensar como uma transgressão cotidiana, ser audaz ao pensar, reflexões são transgressões de uma ordem superficial esmagadora. Diz a obra de Lya Luft.

Encontrar o livro Pensar é Transgredir

Para ler a obra de Lya Luft existem diversas formas. A mais tradicional destas formas é dirigir-se a biblioteca publica mais próxima e então encontrar a obra Pensar é Transgredir, a leitura pode ser feita de forma simples na própria biblioteca ou pode-se retirar o livro para levar para casa.

O livro esta disponível também em alguns canais na internet, no google Books alguns trechos da obra podem ser lidos. Outros sites podem conter mais trechos e até mesmo versões completas da obra de Lya Luft. Caso o leitor tenha interesse mas ainda não sabe do que se trata basta ler uma das resenhas disponíveis na internet.

Como se trata de uma obra clássica brasileira o livro pode ser encontrado a venda em diversas lojas, desde sebos online até grandes lojas de departamento. O preço irá varias bastante e pode ser encontrado desde dez Reais até trinta Reais, dependendo da edição, estado de conservação, ou promoção da loja em questão.

Não importa a forma escolhida para a leitura, Pensar é Transgredir, é uma obra de interesse diverso, não apenas para literatos, mas para qualquer pessoa que deseja fazer uma boa leitura de cabeceira. O livro tem quase 200 páginas e pode ser lido aos poucos.

 

Curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas

Quem gostou do livro e/ou do filme A Culpa é das Estelas deve estar interessado em saber sobre mais questões relacionadas à obra e à sua própria produção. Confira mais informações e algumas curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas.

Curiosidades sobre o livro

O filme A Culpa é das Estrelas foi adaptado de um livro com o mesmo nome, escrito pelo escritor John Green. Sendo uma das curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas, a obra foi lançada no ano de 2012 com o nome original de “The Fault in Our Stars”.

Curiosidades da obra A Culpa é das EstrelasA Culpa é das Estrelas

Uma das curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas é que o nome do livro é baseado em uma citação de Willian Shakespeare para o ensaio de Júlio César. A parte traduzida para o português é: “A culpa, querido Brutus, não está em nossas estrelas, mas em nós mesmos”.
Vale lembrar que a menina que inspirou a criação de John Green realmente existiu e se chamava Esther Grace Earl.

Confira as Curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas

Curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas: sobre os atores do filme

Shailene Woodley interpreta a jovem 17 anos Hazel Grace Lancaster, enquanto o ator Ansel Elgort faz o papel de Augustos “Gus” Waters, que na história do filme possui 18 anos. Ambos são americanos. Uma das curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas é que na vida real a atriz possui 22 anos e o ator 20.

Outra das curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas é que o mesmo par de atores também se encontram novamente no elenco da obra cinematográfica Divergente, que também é uma adaptação. O livro homônimo foi escrito pela autora Veronica Roth e lançado no ano de 2011, possuindo uma continuação, como uma saga.

Saiba as Curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas

Sobre a trilha sonora escolhida para o filme

A trilha sonora também é uma das curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas. Recebendo boas críticas quanto à sua escolha, faz parte do filme as canções “What You Wanted” da banda One Republic (música que toca no trailer), “Sun” do grupo Sleeping in the Last e “Wait” do grupo de música eletrônica francês M83.

A cantora Likke Li também está na trilha sonora do filme com “No One Ever Loved”. Birdy também aparece com a canção “Not About Angels”, assim como “Without Words”, de Ray LaMontagne e “While I’m Alive” de STRFKR. Uma das boas curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas é que o rap sueco “Bomfarallella” tocando durante o filme realmente existe e é de Asafi & Filthy.

Curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas - saiba mais

Curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas: bilheteria do filme

Apesar da história não ser considerada por muitos uma das mais originais, uma das curiosidades da obra A Culpa é das Estrelas é que as críticas em relação ao filme foram bastante positivas, ainda mais com o trabalho do diretor Josh Boone.
Até o presente momento, quase 1 milhão em bilheteria foi conseguida com o filme A Culpa é das Estrelas, nas salas de cinema do Brasil.

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados