Intercâmbio

links patrocinados

Intercâmbio

Existem várias formas de realizar um intercâmbio, primeiramente, é possível viajar para fora apenas para aprender a língua falada no país em questão, este tipo de intercâmbio é chamado de intercâmbio cultural ou intercâmbio de língua, sendo o principal objetivo deste, a aprendizagem de um novo idioma, há o intercâmbio estudantil, intermediado por uma universidade ou escola de Ensino Médio, no qual o aluno vai para outro a fim de cursar um semestre ou um ano em uma universidade de fora com o objetivo de aprender novas formas de pesquisa e distintas maneiras de abordagem sobre um mesmo assunto e ainda, há o intercâmbio profissional, onde a pessoa vai para outro país através de uma empresa a fim de aprender um novo serviço ou então, uma nova forma de gestão.
Independente de qual destes intercâmbios você pretende ou irá fazer, todos estes te darão uma visão de mundo diferenciada e um choque cultural, desta forma todos são muito válidos.

Intercâmbio Estudantil

Intercâmbio Confira como fazer Intercâmbio

No caso do estudante que optar por realizar o intercâmbio estudantil no Ensino Médio, este, de preferência, deverá o fazer no 2º ano do Ensino Médio, pois no primeiro este ainda será muito novo e não terá muita noção de como funciona o Ensino Médio e no terceiro ano o foco é o vestibular.
Já na faculdade, o mais indicado é que o universitário vá no segundo ou terceiro ano de curso, pois, no primeiro ano, este estará muito cru, não tendo ainda muita noção sobre o seu curso e, no quarto ano, o foco do estudante será o trabalho de conclusão de curso, o qual demanda muito tempo do aluno, sendo que uma viagem para fora do país não cabe nesta circunstância.

Conheça como fazer Intercâmbio

Intercâmbio pelo Governo

O Ciência sem Fronteira, que é o programa governamental destinado a possibilidade de intercâmbios financiados pelos cofres públicos ocorre em todo o Brasil e abre suas inscrições todos os anos. Para participar, o estudante deverá realizar provas de conhecimento sobre o curso que está cursando e ainda, deverá realizar uma prova específica sobre a língua do país que vai ficar durante o período de 6 meses a um ano.

saiba como fazer Intercâmbio

Confira mais

Outra particularidade do programa é que, assim como o estudante ficará na casa de um estudante do país de origem, este, poderá se alojar na casa do estudante aqui no Brasil, porém, esta não é uma regra do Ciência sem Fronteira, na maioria dos casos, os estudantes de lá ficam na casa dos estudantes daqui, por pura educação e retribuição dos estudantes brasileiros.

Intercâmbio - saiba mais

Valores do Ciência Sem Fronteira

Há duas circunstância monetárias do Ciência sem Fronteira, em uma, o Governo, além de pagar a universidade e a estadia, ainda concede uma bolsa de aproximadamente 1.000 reais para que o estudante se mantenha no país o qual foi estudar, ou, o Governo paga apenas a universidade e a estadia, devendo o estudante levar do Brasil uma quantia financeira suficiente para se manter por, pelo menos, metade do período que estiver fora do Brasil, visto que, na outra metade de tempo, o estudante irá estagiar.

Pesquisar
Artigos Relacionados