Guia de Carreiras – Pedagogia

links patrocinados

Sobre Guia de Carreiras – Pedagogia

Guia de Carreiras – Pedagogia

Os cursos superiores em Pedagogia têm apresentado, nos últimos anos, uma redução no número de candidatos que desejam ingressar na área. Contudo, o mercado de trabalho para pedagogos tem se ampliado constantemente. Antes restrito ao ambiente escolar, hoje em dia o pedagogo pode atuar também em bibliotecas, ONGs, museus e diversos outros lugares que envolvam aprendizado. Nestes locais, o pedagogo geralmente se dedica à produção de materiais didáticos ou ao desenvolvimento de políticas educacionais.

Atuação

O principal ramo de atuação do pedagogo, entretanto, ainda é mesmo a escola. Nela, o profissional pode trabalhar com educação infantil e Ensino Fundamental, além de atuar nos setores de gestão e coordenação das escolas. Também é comum a figura do orientador pedagógico em alguns colégios.

De acordo com Zena Eisenberg, que coordena o curso de Pedagogia na PUC do Rio de Janeiro, diversos campos de atuação têm apresentado crescimento, mas o maior destaque fica para a educação a distância. Zena informa, também, que os setores de consultoria e Recursos Humanos têm requisitado profissionais da Pedagogia.

A busca por alternativas ao trabalho em escolas se dá, muitas vezes, pela pouca valorização dada aos professores. De acordo com Zena, é cada vez maior o número de alunos que entram no curso de Pedagogia sem nenhuma vontade de trabalhar em escolas após a graduação.

O curso

O curso de Pedagogia tem duração de quatro anos. A formação dos profissionais é feita através das metodologias de Ciências Naturais, Matemática, Língua Portuguesa e Ciências Sociais. Após esta formação inicial, o acadêmico faz dois anos de estágio em escolas, para se tornar apto a atuar em alguma destas áreas após a graduação.
Um pré-requisito para a atuação como pedagogo e saber – e querer – ensinar. O profissional precisa ser compreensivo e ter um bom relacionamento com crianças, jovens e adultos. O pedagogo precisa saber lidar com as pessoas de uma maneira educacional, sabendo quais as demandas de aprendizado de cada aluno.

Desafios da profissão

Zena Eisenberg acredita que um dos maiores desafios para os pedagogos é saber unir prática e teoria. De acordo com ela, a graduação em Pedagogia costuma dar muita ênfase à técnica, engessando o ensino e não preparando o profissional para lidar com situações inusitadas.

O comportamento das crianças, por exemplo, é muito imprevisível. Na educação infantil, é comum que crianças chorem, façam muito barulho ou tenham dificuldade em se concentrar nos professores. Este tipo de situação, segundo Zena, não é explicado aos graduandos em Pedagogia, que não sabem como lidar com estas crianças quando algo acontece.

Zena menciona, também, que a baixa remuneração afasta muitos professores de suas funções. No Brasil, o piso nacional para quem atua no Ensino Médio é de R$1451. Contudo, este valor pode variar bastante entre um município e outro. Um dos grandes dilemas vividos pelos professores é a escolha entre dar aulas em escolas particulares ou públicas. Enquanto as primeiras oferecem melhores salários, o ensino público traz estabilidade, por depender de concurso público para o exercício da função.

Fotos

Confira Fotos sobre Guia de Carreiras – Pedagogia:

Profissão pedagoga Área de atuação Pedagogia Mercado Pedagogia Pedagogia Guia de Carreiras

Pesquisar
Artigos Relacionados