Guia de Carreiras – Odontologia

links patrocinados

Sobre Guia de Carrerias – Odontologia

Guia de Carrerias – Odontologia

A grande importância da manutenção da saúde bucal faz com que a odontologia seja uma área de grande responsabilidade. Os problemas bucais causam reflexos em todo o organismo, por isso, estes profissionais têm tanta importância quanto os médicos para os cuidados com a saúde. Quem opta por esta carreira atua, principalmente, em consultório ou órgãos públicos.

De acordo com Paulo Fontoura, que preside a Associação Brasileira de Odontologia no Rio de Janeiro, alguns mercados muito atrativos para os dentistas são os setores de saúde de prefeituras e as Forças Armadas. Fontoura explica que, atualmente, a odontologia vem se recuperando de uma forte crise.

Odontologia

Paulo explica que, há cerca de duas décadas, a odontologia era uma das áreas com melhor remuneração no país. Por isso, começaram a surgir centenas de cursos no país, o que saturou o mercado e reduziu consideravelmente a oferta de vagas. Uma das alternativas para esta crise, segundo o especialista, foi a mudança de dentistas para a periferia do país. Como a grande maioria buscava apenas os grandes centros, os locais mais afastados passaram a se tornar muito atraentes.

O presidente da ABO do Rio de Janeiro explica, também, como os convênios de saúde podem ser um problema para os novos profissionais. Isso porque, embora ofereçam um mercado amplo e muitos clientes, os planos de saúde costumam pagar valores muito abaixo do esperado. Como os dentistas têm muitos gastos com manutenção de equipamentos, por vezes o valor pago pelos convênios acaba causando prejuízo aos dentistas.

Segundo Augusto Pinto, que também é membro da ABO-RJ, o retorno financeiro só virá com muita dedicação dos profissionais, assim como em qualquer outra área. Diferente do que acontecia há duas décadas, o dentista de hoje precisa trabalhar muito para ganhar bem.

O curso

Os cursos de odontologia têm duração de quatro ou cinco anos, variando de uma instituição para outra. Na parte inicial do curso, são oferecidas noções básicas de saúde, como anatomia e microbiologia. A partir do terceiro ano, o acadêmico começa a conhecer a parte clínica, principalmente através de estágios feitos na própria universidade.
A grande maioria dos estudantes de odontologia procura especializações após o término da graduação. Isso porque a odontologia se subdivide em diversos ramos de atuação, como implantodontia, endodontia e ortondotia.

Atuação

Segundo Paulo Fontoura, o profissional da odontologia não pode nunca parar de estudar. Isso porque, graças aos avanços tecnológicos, o ofício passa constantemente por modificações, seja nos equipamentos ou nas técnicas utilizadas. Paulo também menciona que, para ser um bom dentista, o profissional tem que gostar do que faz, além de possuir habilidades manuais.

É preciso, também, saber se relacionar com pessoas. Augusto Pinto ressalta que o bom relacionamento com os pacientes é tão importante quanto as habilidades técnicas de um dentista. O salário inicial para quem atua na área é de R$1736 mensais, para uma carga horária de 24 horas por semana. Contudo, o salário de um dentista mais experiente costuma, normalmente, se aproximar da casa dos R$5 mil mensais.

Fotos

Confira Fotos sobre Guia de Carrerias – Odontologia:

Área de atuação odontologia Mercado de trabalho Odontologia Salários Odontologia Odontologia Guia de Carrerias

Pesquisar
Artigos Relacionados