Cálculo do IGPM

Cálculo do IGPM

Cálculo do IGPM

Para delimitar os valores de aumento de determinadas tarifas, como energia elétrica e os contratos de aluguéis, existe um índice chamado de Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM). Ele norteia esses aumentos e demarca quais são os valores desses reajustes.

O que é IGPM

O índice é calculado de forma mensal pela Fundação Getúlio Vargas, sendo divulgado no fim de cada mês. Ele foi criado com o intuito de ser um indicador para delimitar correções relacionadas a títulos que eram emitidos pelo Tesou Nacional, assim como os depósitos bancários que tinham renda fixada posteriormente.

O índice demonstra também a inflação de preços que envolvem desde matérias-primas (tanto agrícolas quanto industriais), assim como a inflação que envolve bens e também serviços. Hoje em dia, o IGPM é usado para o ajuste de contratos de aluguel e também para estabelece tarifas como a de energia elétrica e também no reajuste de planos de saúde.

Mas há outros índices que registram essas variações dos preços, que tiveram sua primeira divulgação em 1947, na Revista Conjuntura Econômica. Esses índices são: Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10), Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) e Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). O que os difere é o período em que acontece a coleta de dados para o cálculo de cada um.

Como é calculado

Para se calcular o IGPM se faz necessário utilizar outros índices para então chegar ao dado final. Para medir o IGPM leva-se em consideração o Índice de Preços por Atacado – Mercado (IPA-M), Índice de Preços ao Consumidor – Mercado(IPC-M) e Índice Nacional do Custo da Construção – Mercado(INCC-M). Cada um tem um peso específico para se chegar ao resultado final, sendo de 60% do IPA-M , 30% do IPC-M e 10% do INCC-M. A partir de uma média entre esses dados é que se obtém o valor mensal do IGPM. Para se chegar a esse valor é feita uma pesquisa de preços entre o dia 21 do mês anterior até o dia 20 do mês vigente.

Como nos atinge

O Índice não atinge apenas uma parcela da população, mas toda ela, pois os índices envolvidos tanto no cálculo, quanto no índice final, acabam refletindo no bolso do usuário que depende de muitos desses serviços que são reajustados pelo IGPM. Além disso, os outros índices relacionados a preços também afetam diretamente a vida dos consumidores.

Esses indicadores influenciam nos preços de itens como bens de consumo (alimentos, por exemplo) e bens de produção (matérias-primas destinadas à fabricação de bens, materiais de construção e etc.). Também engloba a gama de produtos que são afetados por esse índice bebidas, fumo, frutas e verduras, aluguel, remédios, transporte, educação, entre outras.

Valores

O valor do IGPM acumulado no ano de 2011 foi de 5,224%, um valor menor do que o do ano anterior, que apresentou acumulado de 11,322% em 2010. No ano de 2011, o mês de fevereiro foi o que apresentou a taxa maior de IGPM, cerca de 1%.

Fotos

O cálculo do IGPM é feito pela FGVO cálculo do IGPM é feito pela FGV
O reajuste do aluguel é baseado no IGPMO reajuste do aluguel é baseado no IGPM
IGPM - Índice Geral de Preços do Mercado IGPM - Índice Geral de Preços do Mercado

GD Star Rating
loading...
Cálculo do IGPM, Nota: 5.0 de 5 com 1 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados