Álbum da Copa

links patrocinados

Álbum da Copa

Álbum da Copa

Muitas pessoas já tiveram álbuns de figurinhas de algum campeonato, principalmente da Copa do Mundo e já buscaram terminar de completá-lo realizando trocas de figurinhas com colegas e, muitas vezes, guardava o dinheiro do lanche para comprar novas figurinhas.

Essa mania ainda continua, mas em 2010 o álbum da Copa do Mundo ganhou um novo espaço: a internet.

O álbum

Produzido pela editora Panini, o álbum oficial da Copa do Mundo da África do Sul (2010) chegou nas bancas custando R$ 3,90. Cerca de 3,5 milhões de unidades foram distribuídas gratuitamente para alguns locais. Ao todo, o torcedor precisava de 640 figurinhas para completar o álbum. Cada envelope com cinco figurinhas custava R$ 0,75.

Os 32 países que participaram da Copa tiveram duas páginas cada, com espaço para 19 figuras, sendo os jogadores convocados para a Copa, mais a figura do escudo do time, acompanhado da foto de toda a seleção. No ano de 2006, durante a Copa da Alemanha, foram vendidos no Brasil mais de 100 milhões de envelopes de figurinhas para o álbum da Copa.

Versão Virtual

Uma das novidades relacionadas ao álbum foi a versão online, onde o colecionador não precisava correr o risco de não encontrar figurinhas disponíveis, além de não gastar com elas, pois o serviço era totalmente gratuito. O sistema era igual ao de papel, as trocas de figurinhas repetidas podia ser feita em tempo real com outros colecionadores espalhados pelo mundo.

Para participar bastava criar um login e senha. No primeiro acesso o colecionador recebia cinco pacotes com as figurinhas para começar a montar o álbum sem correr o risco de ficar muito atrás daqueles que já haviam começado sua coleção.

Vantagens

Ao acessar diariamente seu álbum, o colecionador recebia dois pacotes de figurinhas, e se você não se conectasse todos os dias, continuava recebendo todos os pacotes até retornar a cota diária normal.

Com o uso da área de troca, o usuário ainda tinha a possibilidade de realizar pedidos de troca e então um cruzamento de informações era feito e os usuários recebiam uma mensagem na página inicial quando o sistema encontrava alguém disposto a fazer a troca solicitada.

Além disso, virtualmente era possível reunir os amigos num grupo, facilitando assim a troca de figuras repetidas.

Erros

Apesar de ser de forma virtual, o álbum oficial da Copa do Mundo apresenta alguns erros – principalmente nos nomes dos jogadores de algumas seleções. Um dos motivos para as falhas está no fato de que o álbum começou a ser feito em 2008.

A seleção que mais conta com falhas no álbum é a da seleção Argentina, que traz nome de jogadores como Maxi Rodriguez, do Liverpool, Cambiasso, da Inter de Milão, e Gago, do Real Madrid, que não tinham sua participação na seleção como provável. Quem não apareceu no álbum foi Martin Palermo, jogador do Boca Juniors, que foi um dos atacantes responsáveis pela classificação da seleção Argentina para o Mundial, e nem mesmo o treinador argentino Maradona teve sua figurinha garantida.

No espaço destinado às figurinhas dos jogadores chilenos também verificou-se falhas, como a ausência de Jorge Valdívia, uma jogador de extrema importância dessa seleção, além de ser um ídolo da torcida.

Outras ausências no álbum foram do inglês Michael Owen e Wayne Bridge. Também apareceram algumas surpresas como na seleção italiana que destaca a presença de Borriello, que não tinha sua convocação confirmada e o veterano Luca Toni não apareceu entre os selecionados.

Fotos

Álbum da Copa de 2010Álbum da Copa de 2010
Figurinhas do álbumFigurinhas do álbum
O álbum teve versão digitalO álbum teve versão digital

Pesquisar
Artigos Relacionados