TiTiTi Globo

links patrocinados

TiTiTi Globo

TiTiTi Globo

TiTiTi foi uma telenovela exibida pela Rede Globo entre agosto de 1985 e março de 1986 e escrita por Cassiano Gabus Mendes. O fio condutor da trama era a rivalidade existente, tanto no campo profissional, quanto no familiar e afetivo, entre os estilistas André Spina, interpretado por Reginaldo Faria, e Ariclenes Martins, vivido por Luis Gustavo.

Sobre a primeira versão da novela TiTiTi

Na trama, André, ao longo dos anos, se estabelece como um dos mais importantes costureiros da sociedade paulista e adota o codinome de Jacques Léclair. Ariclenes, por outro lado, não tem tanta sorte quanto o antigo amigo de infância e decide competir com o costureiro ao criar a identidade de Vitor Valentin, um costureiro espanhol. Como Ariclenes nunca teve muito jeito para moda, os figurinos supostamente criados por ele eram, na verdade, imaginados e costurados por Cecília, uma mulher com problemas mentais que passa seu tempo criando figurinos chiques para vestir suas bonecas.

Para aumentar ainda mais a rivalidade entre os dois estilistas, os filhos deles, Valquíria e Luti, se apaixonavam.

A novela marcou a estreia de atores como Guilherme Fontes e Betty Gofman na Globo e a música de abertura, criada pela dupla Rita Lee e Roberto de Carvalho, ficou bastante conhecida pelo público.

Segunda versão de TiTiTi

Em 2010 foi lançada a nova versão de TiTiTi, desta vez escrita por Maria Adelaide Amaral e com direção geral de Jorge Fernando. A nova versão, que foi exibida entre julho de 2010 e março de 2011, foi inspirada na versão original de TiTiTi e também em outras novelas como Plumas e Paetês e Meu Bem, Meu Mal.

Neste remake os personagens principais, André Spina e Ariclenes Martins, ficaram a cargo dos atores Alexandre Borges e Murilo Benício, respectivamente. Clotilde, a amante e secretária de Jacques Léclair foi interpretada nesta versão por Juliana Alves e Cláudia Raia ficou responsável por dar vida a Jacqueline, o braço direito do estilista e gerente de seu ateliê.

Os filhos apaixonados Valquíria e Luti foram interpretados no remake pelos jovens atores Juliana Paiva e Humberto Carrão. Já Cecília, a mulher com distúrbios mentais responsável pela criação dos figurinos de Vitor Valentin ficou a cargo da atriz Regina Braga.

Atores da primeira versão da novela também receberam papéis no remake. Malu Mader, que interpretou Valquíria na primeira versão, no remake foi responsável por interpretar Suzana, a ex-mulher de Jacques Léclair. Já Luiz Gustavo, que interpretou um dos protagonistas na TiTiTi da década de 80, na nova versão deu vida a Mário Fofoca. A atriz Betty Gofman, que estreou na Globo como Eduarda, amiga de Valquíria, no remake de Maria Adelaide Amaral interpretou a personagem Help, enquanto que Tato Gabus Mendes, que na primeira versão emprestou seu talento para André, o filho bastardo de André Spina, vivenciou o personagem Breno Rodrigues na versão de 2010 da novela.

Curiosidades

Na primeira versão da novela, a música de abertura era cantada pela banda Metrô. Já na versão atual, a música composta por Rita Lee e seu marido Roberto de Carvalho foi também interpretada por ela.

O batom Boka Loka, que foi lançado pelo personagem Vitor Valentim na primeira versão, realmente chegou às lojas tamanho o sucesso que fez entre o público da época.

Fotos

Confira Fotos sobre TiTiTi Globo:

Novela TiTiTi Globo Segunda versão TiTiTi Globo Atores TiTiTi Globo duas versões Primeira versão TiTiTi Globo

Pesquisar
Artigos Relacionados