Linux Mint

links patrocinados

Linux Mint

Linux Mint

Muitas pessoas acabam deixando de lado o sistema operacional Linux por ele ser bastante limitado visualmente e esteticamente. Por alguns anos, a marca não conseguiu deixar o seu visual agradável ao público, como faz a Apple ou ainda a Microsoft. Porém, os usuários agora contam com uma versão refinada deste sistema, o Linux Mint.

O Linux Mint é a verão mais recente lançada pela Linux, conhecido por ser um sistema operacional livre e de acesso gratuito a qualquer pessoa. A nova verão chega com muitas novidades técnicas e também está mais atenta as detalhes gráficos, deixando bem mais atraente.

Novidade Linux Mint

O Linux Mint chega aos usuário com o Gnome 3 e também a terceira versão do kernel Linux, que vai dar muito mais usabilidade e estabilidade ao sistema. Os gráficos de terceira visão são uma das principais características desta nova versão do Gnome, que pode assustar os usuário mais antigos, porém, vai agregar por dar mais experiência de uso devido ao Shell exclusivo.

Para aqueles que continuam a gostar do Gnome 2, o Gnome 3 é uma boa possibilidade para quem deseja ter ainda mais experiência, propiciada pelo Mint Gnome Shell Extensions, que funciona para dar um ambiente gráfico diferente e inovador.

O Linux Mint continua a ser carinhosamente chamado de “Lisa” e assim, chega com as novas versões dos principais programas utilizados, como o LibreOffice, o Mozilla Firefox, Totem e Thunderbird. Assim, o usuário tem uma distribuição mais ampla para utilizar os recursos disponíveis e ainda produzir conteúdos de multimídia.

Download Linux Mint

Assim como os demais sistema do Linux, o Linux Mint está disponível para download gratuito. Os interessados podem fazer o download diretamente na página do Linux Mint ou ainda em sites especializados, como o Baixaki.

Basta aguardar a transferência ser concluída e seguir os passos indicados para a instalação. Em caso de duvidas, o Linux Mint conta com um fórum e ainda serviço de duvidas e questões frequentes, um espaço onde os usuários podem ajudar os outros a solucionar problemas ou ainda a utilizar todos os recursos disponíveis neste novo sistema operacional.

BZ2 Linux

BZ2 Linux

Sobre o BZ2 Linux

Por mais que o sistema operacional mais usado pelos computadores de hoje seja o Windows, alguns usuários da tecnologia preferem instalar todos os programas que sejam de código livre, ou seja, gratuitos para a divulgação. No caso do sistema operacional, uma das opções mais populares é o Linux, que inclusive é usado por estabelecimentos ligados ao Governo, para incentivar o uso de produtos gratuitos.

Significado da extensão

Porém, como nem tudo que existe na internet é produzido pensando nos programas de código livre, muitas vezes os usuários desse sistema podem encontrar dificuldades na execução de alguma tarefa. Por conta disso, o internauta precisa pesquisar na internet para descobrir como é a maneira mais fácil de fazer funcional tal arquivo.

No caso dos arquivos que são comprimidos em um só “pacote”, normalmente conhecidos como zip, existe uma extensão que pode trazer problemas para os usuários do Linux. O bz2 também é uma extensão de arquivo “zipado”, mas que foi produzido em código livre, assim como o próprio sistema operacional Linux.

Um dos problemas encontrados com essa extensão é que ela demora mais do que os outros programas para finalizar a compressão dos arquivos. Assim, o uso dos programas mais tradicionais pode parecer mais vantajoso pela economia do tempo, mas o serviço é mais bem feito com o bz2.

Como instalar

Para tentar facilitar a vida dos seus usuários, o portal Viva o Linux, destinado ao auxílio de usuários que adotam este sistema operacional e também para a divulgação mesmo, tem publicado no site praticamente um passo a passo sobre como instalar programas dentro da extensão bz2.

Basicamente, o autor do artigo explica que a sigla “bz2” serve somente para identificar como que foi compactado o arquivo na hora da criação do pacote. Além disso, o autor alerta que o sucesso da instalação não depende da distribuição que foi usada.

Para conseguir ler o passo a passo por você mesmo e entender um pouco melhor sobre o bz2 no Linux, acesse o portal e siga as instruções do autor do artigo. Além disso, outros canais da internet podem ajudar com a liberdade de enviar perguntas para receber respostas de outros usuários do mesmo programa.

Pesquisar
Artigos Relacionados