Hotmail Gratuito

Hotmail Gratuito

Todo mundo tem um e-mail. Mas quer coisa melhor do que ter um e-mail gratuito, com grande memória na caixa de entrada e com um ótimo filtro anti-spam? Se estas características são o que você procura, então é só você fazer uma conta no Hotmail.

Como utilizar o Hotmail Gratuito

O Hotmail é um servidor prático, fácil de mexer e de brinde vem com o Messenger, o programa que permite você entrar em contato com os seus amigos a qualquer hora do dia e da noite gratuitamente.

Agora, se o que você quer é uma caixa de entrada com memória suficiente para usar o quanto quiser, o Hotmail também resolve o seu problema. Desde o ano passado (2009), a memória vai aumentando conforme o uso.

Outra vantagem é que o Hotmail tem um filtro anti-spam poderoso, capaz de identificar quase 100% das mensagens que podem danificar o seu computador. Estes e-mails são enviados para o Lixo Eletrônico e, se você conhecer o remetente, pode abrir e ler o conteúdo.

Só falta você fazer o seu! Para criar Hotmail, basta acessar o site do Hotmail e clicar em Inscrever-se. Aí você cria o endereço que quer, uma senha e coloca alguns dados pessoais. Pronto! Depois você desfruta do seu Hotmail.

História do Hotmail

O Hotmail foi lançado no dia 4 de julho de 1996. Os responsáveis pelo desenvolvimento do Hotmail foi um indiano chamado Sabeer Bhatia, e um americano chamado Jack Smith. Ambos se formaram em engenharia da computação e trabalhavam em uma grande empresa dos Estados Unidos da América chamada Apple.

Depois de assistirem a uma palestra em Stanford, os dois amigos decidiram montar um negócio para posteriormente revendê-lo por milhões de dólares. Eles chegaram em um acordo que ficaria estipulado da seguinte forma: enquanto Smith seria o arquiteto do empreendimento, Sabeer ficaria responsável pela administração do empreendimento.

Escolha do nome Hotmail

Depois de muito planejamento, chegou a hora da escolha do nome da nova empresa. Os dois já haviam saído das instalações da gigante Apple para começar em um novo segmento muito arriscado. Sabeer queria que o nome da nova empresa estivesse ligado a palavra ”mail”, que em português significa ”correio”

Foi então que surgiu o Hotmail, sendo que o prefixo provém de HTML. Os dois amigos conseguiram alguns investidores para injetar cerca de 300 mil dólares americanos no novo empreendimento. Em troca, esses investidores ganharam 15 % das ações da empresa.

Tudo sobre o Hotmail

Um dos maiores e mais utilizados endereços de e-mails do mundo mudou de nome. O Hotmail foi o primeiro serviço de e-mail gratuito baseado na web. Os serviços anteriores requeriam que o usuário tivesse o seu computador ou Pager com um software para recebimento de e-mails instalado. Porém, em 2013 a Microsoft decidiu mudar seu serviço de e-mails e unificou tudo sob o nome de Outlook.

O início do Hotmail gratuito

A história do Hotmail daria um bom filme. O criador do serviço, um indiano chamado Sabeer Bhatia, saiu de seu país para estudar nos Estados Unidos. Depois de formado não quis voltar para a Índia e resolveu criar uma empresa com um novo conceito: criar um serviço de e-mail onde as pessoas pudessem acessar suas informações e mensagens de qualquer lugar do mundo, de qualquer computador que estivesse conectado à internet.

Depois de ter buscado vários investidores para desenvolver o projeto e conseguir reunir todo o dinheiro e pessoal necessário, Bhatia optou por lançar o serviço justamente no dia da Independência dos Estados Unidos. Em quatro de julho de 1996 o Hotmail nascia oferecendo algumas possibilidades que outros serviços não ofereciam e isso logo fez o número de usuários crescer rapidamente.

O interesse da Microsoft

Para quem hoje sabe que o Hotmail é um serviço da Microsoft, a ideia de que o serviço não foi criado pela empresa é um tanto quanto esquisita. Pois bem, o indiano criador do serviço trabalhava para a Apple antes de sair e resolver desenvolver seu próprio serviço de e-mails. Este é apenas um dado curioso, mas prova que o Hotmail foi adquirido pela Microsoft – e não criado por ela.

Depois de um tempo de sucesso e com o número de usuários crescendo na base de 140 mil novos assinantes por dia, o Hotmail chamou a atenção da gigante norte-americana. A Microsoft passou a fazer ofertas quase semanais para Bhatia para abocanhar o seu serviço de e-mails. Foram aumentando a oferta até que chegaram perto do preço pedido pelo indiano: 400 milhões de dólares. O negócio foi concretizado em 31 de dezembro de 1997, mas especialistas dizem que se Bhatia tivesse esperado mais alguns meses teria arrancado, pelo menos, o dobro do que conseguiu. No fim das contas, um negócio que lhe custou menos do que 400 mil dólares lhe rendeu lucros exorbitantes.

Nas mãos da Microsoft

O Hotmail sempre foi um serviço de e-mails simples e intuitivo, mas foi recebendo cada vez mais funções e mais opções de acordo com a evolução das tecnologias. Já em 2005 a Microsoft integrou o serviço ao seu serviço de mensagens instantâneas, o MSN Messenger.

Em 2006 recebeu uma completa reestilização e passou a se chamar Windows Live Mail, fazendo parte de um pacote de vários serviços com interface parecida e que se completavam entre si. Além disso, o próprio sistema operacional lançado na época, o Windows Vista, estava integrado com o pacote Live.

Já na nova década, o Hotmail entrou na modernidade e na nova moda da internet e do armazenamento de arquivos: a nuvem. O Hotmail passou a oferecer completa integração com o serviço Skydrive, o serviço de armazenamento em nuvem da Microsoft. Desta forma, o serviço se aproximava cada vez mais dos serviços rivais, como o Gmail e o Yahoo Mail. Isso porque a cada novidade implantada pela Microsoft os rivais estavam sempre um passo a frente.

Uma destas novidades, a possibilidade de bater papo diretamente na janela do navegador já era realidade há muito tempo no serviço de e-mail do Gmail, ou seja, a Microsoft estava atrasada. Mesmo assim, os usuários receberam bem a ideia e o número de novos assinantes voltou a crescer.

O fim do Hotmail e a consolidação do Outlook

O serviço de e-mail queridinho da Microsoft, o Outlook sempre teve prioridade na empresa. Para quem não o conhece, o Outlook faz parte do pacote Office e aceita endereços de e-mail da Microsoft, mas só pode ser acessado onde estiver instalado, no seu próprio computador (como eram os antigos serviços). Basicamente, o Outlook sempre foi um serviço pago, já que é necessário comprar o pacote Office para ter acesso ao Outlook.
O ano de 2012 foi importante para o Hotmail. No mesmo ano ele foi substituído de vez pelo Outlook, mas na verdade o que realmente houve foi a substituição do Outlook pelo Hotmail, mas o nome usado foi o do “irmão mais velho”. Na prática a interface permaneceu a do Hotmail, ele continuou gratuito e online.

A atualidade

Atualmente, após a consolidação do Outlook como webmail, o Hotmail permanece apenas nos endereços antigos e até é possível utilizá-lo como endereço de e-mail ao criar uma nova conta. Mas é só. Tudo agora é Outlook e tudo está interligado pela nuvem. Aliás, o Skydrive passou a se chamar Onedrive e permite que você crie e edite arquivos do Word, Excel, Power Point e Onenote na web, diretamente da página de seu e-mail.
Entrando na nova moda mobile, a Microsoft redefiniu o Outlook Mobile para que todos os usuários pudessem usufruir de um serviço de boa qualidade e com praticamente as mesmas funções que têm no modo web convencional. Assim, a empresa praticamente se readéqua aos tempos modernos, onde os smartphones dominam e os computadores e notebook são coadjuvantes.

E o Hotmail, se foi?

Existe um fato que é comum ao Hotmail, desde o primeiro dia em que apareceu ao mundo até hoje (por que não, já que o Outlook é o Hotmail escrito?): ele é gratuito. É claro que as pessoas irão dizer que existe uma versão paga do serviço, mas a única vantagem da versão paga é que você não vê anúncios em sua página e possui completo suporte sem nenhum custo adicional. Não ver anúncios é ótimo, mas pagar uma quantia anual por isso não é vantajoso para a maioria das pessoas.
No fim das contas, temos um Hotmail gratuito até hoje e ele não vai desaparecer, pelo menos por enquanto. Mesmo disfarçado de Outlook online, o Hotmail continuará fazendo parte da vida das pessoas, mesmo quem já usa o Gmail continuará usando o bom e velho Hotmail. E o melhor de tudo: gratuitamente.

GD Star Rating
loading...
Hotmail Gratuito, Nota: 4.5 de 5 com 16 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados