Gordoshop

links patrocinados

Gordoshop

Gordoshop

Gordoshop foi um programa transmitido pela MTV que contava com a apresentação de João Gordo. Ele foi um dos mais queridos apresentadores da MTV e comandou, além do Gordoshop, programas como o Gordo Visita, entre outros.

O programa Gordoshop é totalmente interativo e a principal atração é a participação dos telespectadores que podem dar a sua opinião sobre os videoclipes que chegam até a emissora paulista. Geralmente, as opiniões são muito ásperas com relação às bandas e a clipes não muito bons.

Destaques do Gordoshop

Primeiramente, o programa Gordoshop era apresentado de segunda a sexta e começava a parir das 20h45. De acordo com o blog do programa, hospedado no site da MTV, a mudança de horário ocorreu para que o Gordoshop concorresse com a novela das 20h da Rede Globo. Todos os sábados, a partir da meia-noite, todas as edições da semana eram reapresentadas em sequência. Isso porque o programa tinha duração de apenas 15 minutos.

Entretanto, a direção da emissora decidiu mudar o horário da atração e o Gordoshop passou a ser exibido às 0h30, permanecendo de segundo a sexta. O horário era mais apropriado para que João Gordo pudesse falar muitos palavrões com relação aos videoclipes sem se importar com o horário.

Clipes Gordoshop

O programa Gordoshop transmitia o antes carro-chefe da emissora, videoclipes. Depois de um tempo, os clipes na MTV ficaram para segundo plano. Mas na atração de João Gordo o modo de apresentação dos clipes era diferente. O apresentador transmitia os clipes e o púbico escolhia qual seria o destino daquele clipe.

A votação era feita pela internet e existiam três destinos possíveis para os clipes: ir para geladeira, ir para o triturador ou ir para a programação. Se o público decidisse que o clipe iria para a geladeira, funcionava como se fosse uma ‘repescagem’, no qual o clipe seria exibido na MTV. Já o triturador era o pior destino possível do clipe. João Gordo destruía a fita com o clipe utilizando vários artefatos diferentes, como machados, marretas, motosserra, entre outros. E se o clipe fosse escolhido para a programação, ele entraria na grade oficial da emissora e seria transmitido durante o programa MTV Lab Cult.

Blog Gordoshop

O programa Gordoshop possuía um blog, que ainda está no ar, com conteúdos extras do programa e algumas informações a mais. Os usuários podiam acompanhar as novidades através do blog.

Fotos

Confira Fotos do Gordoshop:

GordoshopGordoshop
O apresentador João GordoO apresentador João Gordo
Gordoshop ia ao ar pela MTV BrasilGordoshop ia ao ar pela MTV Brasil

Veja mais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informações sobre o Ecad: o que faz.

O que é o Ecad?

ECAD é o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição
O Ecad trabalha com a arrecadação dos direitos autorais das músicas

Muita gente não sabe nada sobre o Ecad: o que faz, mas  todos que escutam música de forma legal já contribuíram com o órgão. A sigla ECAD significa Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, uma espécie de escritório nacional que atua no recolhimento dos direitos autorais dos artistas e suas músicas.

Com sede na cidade do Rio de Janeiro, a explicação sobre o Ecad: o que faz começa com a sua funcionalidade dentro dos países. Os integrantes do órgão formam uma espécie de comissão que define os preços dos produtos culturais, fazendo a distribuição do dinheiro arrecadado para os seus respectivos autores.

Quem paga os direitos ao Ecad: o que faz

A dúvida de muitas pessoas sobre o Ecad: o que faz é quem paga por essas músicas. Todas as pessoas físicas ou jurídicas que transmitirem uma canção de outros estão sendo rastreadas pelo escritório, principalmente nos casos de rádios, shows, apresentações, clubes, trios elétricos, desfiles de carnaval e lojas do comércio. Até mesmo a música que anima os frequentadores de uma academia está sujeita a um recolhimento, mas é claro que nem sempre funciona assim.

Nas dicas sobre o Ecad: o que faz, o mais famoso programa de streaming de música, o Spotify, e seus semelhantes também precisam dar uma quantia referente aos artistas.

Todos que ouvem música de maneira legal contribuem com o Ecad

Como a pirataria atrapalha isso

Uma música recebe mais ou menos dinheiro de acordo com as vezes que ela foi tocada em uma rádio, por exemplo, sendo este um tipo de empresa que dificilmente consegue fugir da arrecadação. Entretanto, nem todo mundo contribui com o Ecad: o que faz.

Tanto os CDs copiados de forma ilegal quando as músicas piratas baixadas pela Internet atrapalham o trabalho o Ecad: o que faz. Assim, não é possível saber quantas vezes a canção tocou nas lojas e bares, fazendo com que os compositores das melodias e letras também não recebam os direitos autorais por suas criações. É claro que o uso pessoal da música não é cobrada, mas somente se ela tiver os direitos livres, for comprada em CDs ou pelo meio virtual.

A pirataria atrapalha as ações do Ecad

Quem mais arrecada no Ecad: o que faz

Os artistas brasileiros considerados como os mais rentáveis de 2012 para o o Ecad: o que faz foram Paula Fernandes, Sorocaba (do Fernando e Sorocaba), Victor (do Victor e Léo) e o rei Roberto Carlos. Um levantamento constatou que, durante as festas juninas, as músicas de Luiz Gonzaga são as que mais tocam nas rádios e outras entidades do país.

Outros compositores que lideram a lista são Thiaguinho, Erasmos Carlos, Chico Buarque, Gusttavo Lima, Luan Santa e Caetano Veloso. As músicas com mais destaque já foram “Ai se eu te pego”, “Balada” e “Fugidinha”.

Roberto Carlos está entre os artistas mais rentáveis para o Ecad em 2012

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados