Google Wave Login

links patrocinados

Google Wave Login

Google Wave Login

Pelo fato de o Google ser uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, muita gente acaba pensando que tudo o que ele desenvolve dá certo. Na verdade, não é bem assim. Alguns programas tiveram uma vida curta, como é o caso do Google Wave.

A ideia não era ruim: uma plataforma da web que reunia as características de serviços como instant messaging, e-mail, social networking e wiki em um único lugar, funcionando a partir de qualquer browser e em qualquer sistema operacional.

Características

O Google Wave tinha algumas características interessantes e ferramentas bem úteis, como avançados sistemas de correção ortográfica e tradução instantânea durante bate-papos virtuais. O serviço utilizava um protocolo aberto (o Google Wave Federation Protocol) para funcionar.

O fim do Google Wave

Apesar da boa intenção, o Wave funcionou do dia 28 de maio de 2009 até 4 de agosto de 2010, não ultrapassando os dois anos de existência. O que aconteceu foi que os usuários não recepcionaram muito bem o produto, alegando que a interface do Wave era um tanto confusa, entre outras coisas.

Apesar disso, o Wave desenvolveu uma tecnologia interessante de comunicação integrada cuja ideia é utilizada em várias redes sociais pelo mundo. A empresa ainda espera aplicá-la em outros produtos da marca Google em um futuro próximo.

Login

Quem utilizava o Google Wave precisava ter um cadastro geral no Google, aquele mesmo usado para acessar contas do Orkut e do Gmail, ou de qualquer outro produto Google. Para iniciar o programa, bastava digitar o login e a senha nos espaços indicados.

Ao entrar na página inicial, o usuário encontrava suas mensagens de e-mail no bloco central, e nos blocos à esquerda eram posicionadas as ferramentas, seguidas de seus amigos que também tem conta no Google (não necessariamente no Wave). A página hoje em dia ainda existe, mas está desabilitada a fazer qualquer tipo de função. Ela será permanentemente excluída no mês de abril de 2012.

O que é Google Wave

O que é Google Wave

Criado em 1998 pelos doutorandos de Stanford Larry Page e Sergey Brin, a Google é uma das maiores empresas do mundo, e a maior no segmento de produtos e serviços baseados na Internet. Atualmente sediada no Colorado, Estados Unidos, a Google foi criada com o objetivo de organizar o fluxo de informações da Internet e torná-lo acessível.

Estrutura e serviços

O crescimento do Google foi tão vertiginoso que, com menos de 15 anos de existência, a empresa já possui mais de um milhão de servidores espalhados pelo mundo, processando um valor superior a um bilhão de buscas diárias.

Além da página de pesquisa do Google, outros serviços também se tornaram essenciais para a vida dos internautas, como o Gmail, o mensageiro instantâneo Google Talk e diversas outras ferramentas, como Blogger, Orkut e o álbum de fotos Picasa.

É de responsabilidade do Google, também, o desenvolvimento do Android, um dos sistemas operacionais para smartphones mais utilizados nos dias de hoje. Celulares como Nexus One e Motorola Droid, dois dos líderes de mercado atualmente, utilizam o Android como sistema operacional.

Google Wave

Entretanto, nem todos os serviços do Google podem ser considerados um sucesso. Em maio de 2009, a empresa anunciou o lançamento do Google Wave. O objetivo desta plataforma era unir as características de outros serviços do Google, como email, mensageiro instantâneo, rede social e wiki.

A ambiciosa promessa do Wave era a de se tornar, gradualmente, um substituto do e-mail. Funcionando com um mecanismo parecido ao das redes sociais, para se utilizar do Wave bastava possuir uma conta Google – como um endereço no Gmail, por exemplo.

Entretanto, o Wave durou pouco mais de um ano, em agosto de 2010, a Google anunciou o fim do serviço. O Wave não foi muito bem recebido pelos usuários, que consideraram sua interface confusa e, na maioria dos casos, não conseguiram perceber a utilidade do serviço. Atualmente, a Google pretende aproveitar a tecnologia do Wave para criar novos projetos, mais acessíveis a seus usuários.

Pesquisar
Artigos Relacionados