CFC

links patrocinados

CFC

CFC

Sobre o CFC

Para garantir que uma profissão não sofra abusos pelos empregadores dos profissionais que são contratados e, ao mesmo tempo, que os profissionais não desrespeitem certas exigências de conduta, muitas contam com seus próprios conselhos que organizam essa fiscalização. Desse modo, os dois lados da moeda são amparados e cobrados, tendo somente a favorecer os envolvidos na prática.

Abrangência do grupo

Um exemplo para ilustrar a necessidade desses órgão é o Conselho Federal de Contabilidade. Como o próprio nome sugere, a existência do CFC é permitida graças a uma autarquia determinada por lei, totalmente dentro da legalidade que o país exige. Assim, a abrangência da atuação desse conselho específico é por todo o país.

Além disso, o público específico que é atendido pelo CFC é o dos profissionais formados ou que atuem nas ciências contábeis. Outra característica da entidade é que o seu Regulamento Geral dos Conselhos de Contabilidade foi aprovado também por uma regulamentação, que pode ser encontrada na Resolução CFC 960/03.

Para garantir total pluralidade na atuação do CFC dentro do país, a sua composição conta com um representante de cada estado e ainda mais um provindo do distrito federal. Essas pessoas são chamadas de conselheiras e chegam no total de 27 membros para tomar as decisões referentes ao CFC.

Participantes da entidade

Para tentar tornar mais clara a função do CFC e a sua importância para essa classe trabalhadora, a entidade deixa explícita que a sua atuação diz respeito a orientar, normatizar e fiscalizar tudo o que diz respeito à profissão daqueles que tem responsabilidade profissional contábil.

Para deixar mais evidente quem são essas pessoas englobadas pelo CFC, a entidade publica no seu site oficial as classes que podem ser incluídas dentro das suas atribuições. Entre essas categorias podemos encontrar Profissionais e Escritórios Ativos; Contabilistas Ativos por Gênero e Região; Contabilistas Ativos por Gênero e Região.

Desse modo, que gostaria de identificar as pessoas que fazem parte daqueles defendidos pelo CFC podem fazer a pesquisa de acordo com o gênero ou a localidade de residência. Dentro dessas informações, o CFC disponibiliza estatísticas que mostram a realidade dessa categoria no país. Quem tem interesse em conhecer mais sobre isso só precisa entrar no site oficial do CFC.

 

CFC RS

CFC RS

Sobre o CFC RS

Independente de onde seja a sua cidade de moradia, todos os brasileiros que tenham interesse em dirigir qualquer tipo de veículo automotivo precisa passar pelo processo da liberação da primeira habilitação. Por ser um assunto que exige critérios padronizados e a alto nível, o Departamento de Trânsito (Detran) tem sedes na maioria das cidades brasileiras para fiscalizar esse processo.

Fácil acesso aos CFCs

No caso dos moradores do Rio Grande do Sul a tarefa de procurar por um Centro de Formação de Condutores (CFC) não é muito difícil. Basta fazer um levantamento rápido das principais escolas de trânsito da sua cidade para escolher aquela que melhor lhe convém, seja pelo preço ou pela comodidade.

O fato é que todas essas escolas precisam garantir que os seus alunos passem pelas fases obrigatórias, como a quantidade de aulas específicas para a realização das provas teórica e prática. Afinal, até mesmo a tecnologia vem sendo utilizada para reforçar a fiscalização da presença dos alunos.

Os CFCs não servem somente para a primeira habilitação, mas também para a renovação da carteira, a mudança de categoria, a adição de categoria, a reciclagem, a habilitação para portadores de deficiência física, entre quaisquer outros procedimentos pelos quais os motoristas precisam passar para poderem dirigir.

Oportunidade de emprego em CFCs

Quando o objetivo não é ser aluno de um CFC no Rio Grande do Sul, mas sim trabalhar como profissional de um desses centros, o próprio Detran desse estado promove cursos de formação. Desse modo, o processo do treinamento dos profissionais que vão ensinar os futuros motoristas também passa pelo órgão estadual.

Os cursos ofertados pelo Detran são: Instrutor de Trânsito, Diretor Geral, Diretor de Ensino, Capacitação para Psicólogo Perito Examinador do Trânsito e Examinador de Trânsito. Fica evidente como várias áreas do conhecimento podem atuar dentro do sistema de capacitação do condutor e apenas o curso para Instrutor de Trânsito não exige ensino superior completo.

Portanto, o trabalho dos CFCs no RS, e nos outros estados brasileiros também, é feito em parceria com o Detran. Enquanto o primeiro prepara os alunos para encarar o trânsito, o segundo fica responsável pela aprovação, emissão da CNH, entre outros atributos da sua atuação.

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados