Através do GPS Facebook para aparelhos moveis consegue encontrar amigos

links patrocinados

Através do GPS Facebook para aparelhos moveis consegue encontrar amigos

A rede Social de Facebook acabou e lançar mais uma ferramenta. Através da função “Find Friends Nearby” o usuário pode achar os amigos que estão na proximidade de onde ele esta acessando o serviço do Facebook. Algo como um Bluetooth, mas direcionado a conhecido e em um raio maior de abrangência para encontrar os dispositivos.

Segundo nota do Facebook o recurso de encontrar os amigos permite que o usuário ao encontrar, por exemplo, o Pedro na rua ele poderá acionar o mesmo a sua lista de amigos sem precisar procurar por diversos Pedros pela rede para acessar, assim ele usara a ultima localização do Pedro para acessá-lo diretamente a rede.

A função necessita que ambos tenham o recurso ativado para poder então ser validada através do aplicativo móvel do Facebook para smartphones. O aplicativo levava o nome de Friendshake, o motivo do nome é que o usuário poderia encontrar o usuário que ele conheceu, ou apertou a mão, ou interagiu de alguma forma qualquer.

O primeiro projeto do aplicativo foi apresentado durante o evento Hackathon que é realizado pelo Facebook. O aplicativo ainda não foi lançado oficialmente, no entanto já se encontra disponível para alguns usuários da Rede Social, que podem fazer uso do mesmo no Android e IOS.

Usuários do Facebook que acessam a rede através de um dispositivo móvel através do browser do celular também poderão utilizar o aplicativo, que ainda não esta liberado para todos os usuários do Facebook, por estar ainda em fase de testes.

Esta função veio a tona dois meses depois da rede social ter comprado uma outra, a Glancee, que é baseada em geolocalização. Com isto o site deve conseguir aumentar o numero de pessoas que acessam a rede social através do celular, fazendo com que o numero de usuários cresça ao oportunizar o acesso onde estiverem.

O Facebook deve também conseguir aumentar o retorno financeiro da rede através de anúncios para plataformas móveis. A tendência da rede é a de convergência para os dispositivos moveis, que podem trazer maior rentabilidade, além de serem mais usados.

Facebook 2010

Facebook 2010

Sobre o Facebook 2010

As redes sociais entraram em 2010 com projetos de reformulação para os seus sites. Alguns já colocados em prática, outros ainda entrando na onda. Primeiro foi o Orkut, agora é o Facebook. Com um novo estilo, o Facebook promete algumas mudanças. Mas não espere muito.

Mudanças no Facebook 2010

O Facebook 2010 fez algumas mudanças em relação ao layout. Mas são apenas pequenos – bem pequenos – detalhes, quase imperceptíveis. A ideia era deixar o visual praticamente igual, bastante limpo e leve. Mesmo assim, muitos usuários estão reclamando dos feeds de atualização, dizendo que o site está confuso, desorganizado e que está difícil de navegar. Isso deve estar acontecendo porque o Facebook ampliou o número dos friendfeed, que mostram as atualizações das redes sociais dos seus amigos no Facebook.

Outro motivo para a confusão também pode ser o fato de o Facebook estar querendo ser um Google 2. Explicamos: ele reuniu diversas formas de busca, tudo em tempo real, vendo as atualizações dos status, media e notícias. Isso tudo num prazo de 30 dias. Mais informação num mesmo lugar e com mudanças é equivalente a usuários se perdendo.

O Facebook também deve ampliar o seu projeto de se conectar com o restante da internet através do Facebook Connect. Assim, tudo o que está no Facebook pode ser acessado por outros usuários e isso deve continuar agora em 2010.

Uma ferramenta que promete estar acessível a cada vez mais usuários e que está revolucionando a rede social é o Facebook Lite, que é adaptada para o celular através do GPRS. Além desse projeto ser ampliado, o Facebook também deve disponibilizar acesso a usuários de outras redes sociais através do Facebook Lite.

Apesar de ainda não confirmado, uma última mudança é esperada: a introdução de uma moeda virtual. Os criadores do Facebook já tinham se pronunciado a favor desse serviço, mas ainda não tomaram a decisão final. Se for adotado, o ‘dinheiro’ servirá para ser usado no facebook Connect, fazendo pagamento de outros sites, que nada têm a ver com o Facebook. Claro que a rede ficaria com uma porcentagem desse valor.

Pesquisar
Artigos Relacionados