Webjet Empresa Aérea

links patrocinados

Webjet Empresa Aérea

Webjet Empresa Aérea

A WebJet Linhas Aéreas é uma empresa brasileira de companhia aérea, tendo como base a ideia do baixo custo e da baixa tarifa, o que não significa um serviço ruim, mas sim um sistema básico e sem luxos, sendo que por enquanto está limitada às viagens dentro do território nacional.

A Webjet começou a funcionar em 2005, com sede na cidade do Rio de Janeiro. Na sua primeira fase, os vôos incluíam os trajetos Rio (aeroporto Galeão), São Paulo (aeroporto Garulhos), Brasília, Porto Alegre e Florianópolis.

O início de suas operações foi considerado turbulento por causa de dois motivos, que na verdade estão interligados: o cancelamento dos vôos da marca, já que menos de quarenta por cento das aeronaves estavam sendo ocupadas – isso ocorreu por uma guerra de preços das passagens, uma espécie de estratégia feita pelas empresas consagradas Gol, Varig e TAM, que baixaram as tarifas, prejudicando a WebJet, que era mais nova e ainda estava em processo de consolidação.

A empresa inclusive pediu uma investigação para comprovar esse boicote, que resultou no fechamento de duas bases, uma em Florianópolis e outra em Brasília, além de não ter alcançado o objetivo de conquistar meio milhão de passageiros e a inauguração de novas rotas.

No início de 2006, a companhia foi vendida para o Grupo Águia e o Grupo Jacob Filho, uma grande associação de empresas de ônibus e turismo, bem como do setor de viagens – incluindo logística, viagens corporativas, turismo esportivo e receptivo, transporte interestadual de luxo, além de agências de viagens. A partir de maio, a WebJet voltou a funcionar normalmente, incluindo Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e Curitiba. O aumento de ocupação das aeronaves foi para 72%, com cerca de cento e vinte e mil passageiros até o fim daquele mês.

Expansão

A WebJet também teve um aumento nas vendas e popularização entre os clientes a partir da compra do holding da empresa pela CVC, a maior marca de pacotes de turismo no Brasil, com controle de sessenta por cento do mercado. Essa aquisição ocorreu em junho de 2007, em um valor superior a quarenta milhões de reais, sendo que com isso foi possível aumentar as rotas de vôos, como para as cidades Fortaleza, Ilhéus e Porto Seguro – área de grande pólo turístico atualmente.

Em 2008, a WebJet já tinha seis aeronaves, além de roteiros para as cidades de Recife, Maceió, Campo Grande, Cuiabá. As vendas atingem o valor de quarenta milhões, cerca de mil funcionários e um market share de quase cinco por cento. No final daquele ano, já atendia treze cidades brasileiras.

Em 2009, a WebJet já era a quarta maior empresa aérea do Brasil, atrás apenas da TAM, Gol e Azul. No ano seguinte, a expansão continuou com mais destinos, como Navegantes, Foz do Iguaçu, Ribeirão Preto e Uberlândia. Em 2011, a Gol comprou a WebJet, em um valor de cem milhões de reais, sendo que a participação no mercado chega a 46%, embora o negócio tenha causado polêmica, devido ao monopólio da Gol.

Fotos

Confira Fotos da Webjet Empresa Aérea:

Webjet Linhas AéreasWebjet Linhas Aéreas
WebjetWebjet
Aeronavas da WebjetAeronavas da Webjet

Pesquisar
Artigos Relacionados