Usina de Açúcar

links patrocinados

Usina de Açúcar

Usina de Açúcar

Sobre a Usina de Açúcar

Durante muito tempo, a grande riqueza do Brasil foi o açúcar e os engenhos. Depois, outros produtos foram substituindo a supremacia açucareira, porém, a cana-de-açúcar ainda é um produto importante para a economia brasileira.

Até meados do século XX, os engenhos ainda eram o principal da indústria suco-alcooleira, especialmente dos estados do Pernambuco, Rio de Janeiro, Alagoas e São Paulo. Com as novas técnicas e a vinda de tecnologia, os engenhos foram sendo substituídos pelas usinas de açúcar, que têm um processo mais avançado e rápido.

Usina de Açúcar – Etapas do Processo

Uma usina de açúcar tem as mesmas etapas de um antigo engenho. Porém, elas são feitas de maneira mais rápida e industrializada. A primeira etapa é a moagem, quando a cana é moída para extrair o caldo, também conhecido por garapa. Este líquido é conduzido até um tanque, onde é armazenado. No caso da produção de cachaça ou álcool, o caldo de cana é deixado no tanque para que ocorra a fermentação. E depois é destilado.

Já para a produção de açúcar, o caldo é levado para o fogo até transformar-se numa espécie de melaço. Ele passa por um processo de agitação, para que se cristalize mais rapidamente. O que se cristalizou é o açúcar e ele deve ser separado do melaço através da centrifugação.

Depois, o açúcar recebe alguns produtos químicos para que fique branquinho, como vemos no mercado. Assim é produzido o açúcar cristal. Para fazer o açúcar ficar refinado, mais produtos químicos são adicionados.

O corpo precisa de açúcar para ter energia, mas ele não é encontrado apenas em doces

O corpo precisa de açúcar para ter energia, mas ele não é encontrado apenas em docesO doce é um tipo de alimento dos mais consumidos no dia a dia, isto porque ele é uma grande fonte de energia para o nosso corpo, mas o nível de açúcar presente nestes alimentos pode ultrapassar a indicação diária de consumo deste alimento. Especialistas discorrem sobre a eficiência do açúcar na produção energética, mas chamam a atenção para outras fontes desta substância que não apenas os alimentos doces.

Se os doces forem consumidos na medica correta eles não trazem nenhum problema para a saúde daquele que o consome, o problema começa a aparecer quando a quantidade deste alimento passa a ser em medida muito superior aquela que é recomendada pelos especialistas, e superior ao que nosso corpo necessita.

O excesso de açúcar no corpo pode causar obesidade e também diabetes, assim endocrinologistas alertam que a melhor maneira de se prevenir o diabetes é evitar o consumo do açúcar. Existem diferentes tipos de açúcar presentes em alimentos em estado natural e processados.

Há a frutose que está presente em alimentos como as frutas, o xarope de milho, o mel e algumas bebidas industrializadas. Há a lactose presente em leites, queijos, manteiga, requeijão e outros derivados, além de aparecer também em alguns adoçantes em pó. Outro tipo é a Sacarose que é o açúcar refinado, o açúcar mascavo, o cristal, o presente na cana de açúcar, também no mel e em algumas frutas.

O amido também é uma fonte de açúcar, ele esta presente em xarope de milho, arroz, farinha de trigo, na batata e na mandioca. Alimentos industrializados como sucos possuem uma concentração elevada de açúcar, como no caso do néctar em caixas, quando apenas 200ml de um suco de limão contém até 26g de açúcar.

Os especialistas atentam a população de que o consumo diário da sacarose, que é o açúcar refinado e industrializado deve ser de no máximo 10% das calorias diárias. Por exemplo em uma dieta de 2000 calorias o individuo deverá consumir apenas 50g de sacarose por dia.

Para se te ruma ideia mais palpável do que isto significa apenas 4 bolachas recheadas possuem em média 40g de açúcar. Numero até mais alto do que uma barra de chocolate, que em media possui cerca de 33 gramas de açúcar. Em uma bola de sorvete pode ser encontrado 5 gramas de açúcar.

Pesquisar
Artigos Relacionados