Treinando com cordas

links patrocinados

Treinando com cordas

Parece brincadeira de criança, mas pular corda pode ser um ótimo exercício físico que vai ajudar você a entrar em forma. Além disso, pular corda é uma atividade barata, fácil e muito eficiente quando o assunto em questão é queimar calorias. Isso porque por minuto você consegue queimar até 15 calorias, uma média muito maior quando comparada com as lutas da moda (MMA e boxe) e ainda quando comparado com a natação. Pular corda ajuda a trabalhar todos os músculos do nosso corpo, principalmente os da musculatura das pernas e dos glúteos. Além disso essa atividade ajuda na melhora do condicionamento físico. Apesar de ser um exercício simples, pular corda requer muito suor e esforço. Por isso, pessoas que tenham problemas de hipertensão, nas articulações da perna ou que estão acima do peso, devem procurar a ajuda de um médico antes de começar a praticá-lo. Aprenda aqui dicas para que você garanta um exercício física totalmente eficaz e seguro.

Escolhendo a corda ideal

Treinando com cordas Pulando corda

Uma boa dica para que você consiga um pular de corda totalmente seguro e eficaz é escolher a corda ideal. Existem diversos tamanhos e tipos de corda. Para escolher a corda ideal para você uma dica é segurar a corda com as mãos e pisar com os pés juntos no centro da mesma. Em seguida, estique até que o cabo esteja próximo às axilas, mais ou menos na altura do peito. O cabo que você segura a corda deve ser feito de material resistente e de preferência emborrachado para que você evite machucados nas mãos. Quando ao material, prefira cordas feitas com material leve, como por exemplo cordas de nylon.

Treinamento com cordas

Confira mais

Cordas feitas com materiais mais pesados são ideais para pessoas que estão em nível avançado e deseja intensificar o treino. Apesar de ser um exercício do tipo caseiro, pular corda exige que você utilize roupas arejadas e confortáveis e ainda o uso de um tênis bom, de preferência com molas de amortecimento. Além disso, você deve optar por pular corda em um local fresco e bem arejado e o piso deve ser mais leve. Isso porque pisos duros, como os de concreto e de cerâmica acabam aumentando o impacto das articulações.

Treino com cordas

Aquecendo

É muito importante também ao pular corda, não esquecer de fazer um aquecimento. Uma boa dica é começar a pular sem a corda, apenas para preparar o corpo para pulos mais intensos. Ao começar o treino, é importante que você siga seu ritmo. Intercale os intervalos entre uma série e outra. Vá aos poucos intensificando seu treino, seja na velocidade, no tempo ou na quantidade de saltos, lembrando sempre que esta progressão deve ser feita pelo menos uma vez na semana e que é normal sentir-se cansado depois da atividade, mas não deve haver falta de ar, dor, mal estar ou enjoo.

Treinando com cordas - saiba mais

Incrementando o exercício

Uma boa dica para incrementar o treino com corda é alternar os saltos com as pernas. Além de ajudar na coordenação motora, esse movimento acaba estimulando o fortalecimento dos músculos das pernas.

Pesquisar
Artigos Relacionados