Tratamento de esgotos

links patrocinados

Tratamento de esgotos

Tratamento de esgotos

Sobre o Tratamento de esgotos

Todas as residências, bem como as indústrias espalhadas por todo o Brasil, liberam alguns resíduos (líquidos e sólidos) na natureza que necessitam de um tratamento adequado. O tratamento serve para que sejam removidas as impurezas dos esgotos, para que possam ser devolvidos, posteriormente, à natureza sem causar nenhum tipo de dano ambiental ou prejuízo à saúde humana.

Normalmente, dependendo do tipo de resíduo, a própria natureza se encarrega de decompor a matéria orgânica, que pode ser encontrada nos rios, lagos e mares. Embora isso aconteça com freqüência, a grande parte dos esgotos, sejam eles domésticos ou industriais, necessita de tratamento, pois apresentam suas características naturais alteradas.

Processo de Tratamento de esgotos

O processo de tratamento de esgotos é dividido em quatro fases: pré-tratamento, tratamento primário, tratamento secundário e tratamento terciário. Vale ressaltar que este processo é imprescindível para o meio ambiente, pois todo o processo se caracteriza pela eficácia e rapidez com que os resíduos são tratados, não prejudicando a natureza.

Na primeira fase do tratamento de esgoto, designado de pré-tratamento, o esgoto é submetido aos processos de separação dos sólidos mais prejudiciais. É nesta primeira fase que o esgoto é preparado para as etapas seguintes. Após esta primeira fase, o esgoto já apresenta um aspecto mais razoável, mas ainda possui suas características poluidoras. É na segunda fase que o tratamento começa, literalmente. Nesta etapa, a matéria poluente é separada da água por um processo químico chamado de sedimentação. Nesta hora, pode-se ou não adicionar agentes químicos.

Na terceira fase, ocorre um processo biológico, onde as matérias orgânicas, ou seja, os poluentes são consumidos por microorganismos, em reatores biológicos. Como resultado deste processo, o esgoto saído deste mesmo reator contém um número bastante reduzido de matéria orgânica. Por último e antes de lançar o esgoto tratado na natureza, é preciso fazer a desinfecção das águas tratadas para serem removidos os organismos patogênicos ou até mesmo alguns nutrientes.

Importância da Água

Importância da Água

Sobre a Importância da Água

Dizem que somente pode haver vida se houver água. E também dizem que uma pessoa morre de sede mais rapidamente do que de fome. Ou seja, a água é mais importante que qualquer outra substância no mundo. Por mais clichê que pareça, água é fonte de vida e ela é extremamente importante para a sobrevivência do ser humano.

A água é o único recurso natural que está ligado intimamente com todos os aspectos relativos ao ser humano. Ela é essencial, não somente para a formação dos organismos vivos, mas também como elemento que representa valores sociais e culturais e como fator de produção de vários bens de consumo.

Falta de Água

Segundo estudos especializados, 70% do planeta é constituído de água. Porém, só 3% deste total é de água doce, ou seja de rios. O restante vem dos mares e oceanos.

Como a água é utilizada em praticamente tudo, há dados que demonstram que já há falta da substância no mundo. Confira alguns destes dados:

  • Um sexto da população mundial não tem acesso à água potável. Isto representa mais de um bilhão de pessoas.
  • Aproximadamente 40% das pessoas do mundo todo não tem saneamento básico. Em números absolutos, o valor gira em torno de mais de 2 milhões de pessoas.
  • Cerca de seis mil crianças morrem todos os dias no mundo por causa de doenças que provém da água insalubre e de saneamento e higiene precários.
  • A Organização das Nações Unidas prevê, em estudo, que se o consumo mantiver os índices atuais, em 2.025, duas em cada três pessoas no mundo morrerão de sede.

A Água no Brasil

O Brasil é um país privilegiado em várias questões, inclusive em relação à água. A maior reserva de água do planeta está aqui, sendo 12% do total mundial. A maior parte disto está concentrado na Amazônia.

A distribuição de água é desigual, sendo que o Nordeste e o norte de Minas Gerais são as regiões que mais sofrem de seca. E há vários rios pelo Brasil que estão contaminados, seja pela poluição, seja pela contaminação por mercúrio, que vem dos garimpos, prática que ainda persiste em algumas regiões.

Pesquisar
Artigos Relacionados